Be wild! Da natureza selvagem!

Anote aí: uma das tendências que crescerá muito a partir deste ano é a busca por looks cada vez mais naturais – isso inclui pele com pouca cobertura, iluminada e… sobrancelhas ditas selvagens (mais grossas, cuidadosamente desalinhadas e cheias de personalidade. O que isso significa para a micropigmentação? Descubra agora

Karina Hollo (@beautybyka)

“As sobrancelhas também seguem uma tendência de moda e atualmente ela pede arcos mais desconectados”, fala Deise Damas, especialista em micropigmentação. A onda de sobrancelhas selvagens começou pelas modelos, nas campanhas e passarelas internacionais. “Uma das primeiras a aderir à moda foi a modelo grega Sophia Hadjipanteli, radicalizando com sobrancelhas extremamente selvagens”, lembra ela. Na London Fashion Week SS20, em setembro do ano passado, via-se as tops com ar sexy e natural, com pele incrível, com sobrancelhas expressivas e lábios apenas corados. Elas surgiam com pouquíssima maquiagem, inclusive com as sardinhas bem à mostra. A ideia era manter look bem natural, sem cílios postiços, por exemplo. “No mundo da beleza, os padrões estão perdendo a força, enquanto a beleza natural está ganhando força”, analisa Raphaella Bahia, micropigmentadora da FR Microcenter, do Rio de Janeiro. É o momento de as mulheres estarem mais preocupadas em se sentirem bem com elas mesmas, ressaltando o que já têm de mais belo, em vez de tentar se encaixar em um modelo de perfeição. E as sobrancelhas pegaram carona nessa onda. “Se há um tempo todas queriam uma sobrancelha bem marcada, com formatos específicos, hoje a tendência é valorizar o que já veio de fábrica. As técnicas, como a micropigmentação, não modificam a sobrancelha, mas servem como aliadas para ressaltar o formato, por exemplo”, acrescenta Raphaella.

Au naturel

As sobrancelhas seguiram essa pedida de mais naturalidade. “E, para chamar atenção mantendo essa onda de autoaceitação, além de usar menos make, também se deixou de definir muito, optando-se por um design não tão marcado”, observa a micropigmentadora e empresária paranaense Nanda Gama, CEO da Gamma Beauty. Nascia a sobrancelha ao natural, batizada lá fora de Wild, selvagem mesmo, com os fiozinhos penteados para cima. “A indicação é não tirar tanto o excesso, mais a higienização do centro e na pálpebra”, fala Nanda.

Das passarelas para as ruas

A moda saiu dos desfiles e acertou em cheio as famosas lá fora, como as cantoras Lilly Collins e Dua Lipa, e a atriz Lucy Boynton – “Sem falar de Cara Delevingne, que há tempos assume suas sobrancelhas grossas e inspirou muitas mulheres”, lembra Raphaella. No Brasil, começou a aparecer principalmente entre as atrizes que circulam no mundo fashion, como Marina Ruy Barbosa, Bruna Marquezine, Marina Moschen e Mariana Goldfarb. Daí para o estilo ser inserido no meio da micropigmentação, foi uma piscada de olhos. “A gente começou a desenvolver técnicas profissionais que pudessem dar esse efeito wild para quem não tem mais os pelinhos ou por queda ou porque tirava muito a sobrancelha ou por genética mesmo. Desenvolvemos uma arquitetura de fios que, ao mesmo tempo, fosse capaz de dar um efeito natural, a sobrancelha mais bagunçadinha, mas proporcional ao rosto, com as medidas certas, nada exagerado”, diz Nanda.

Wild micro

“Quando falamos sobre micropimentação, temos a opção de diversas técnicas e inclusive podemos simular os tais pelinhos ‘arrepiados’ que tanto a mulherada hoje busca. Por se tratar de um trabalho mais artístico, conseguimos o resultado de acordo com o que o cliente busca”, diz Deise.

Rosto mais leve

A nova técnica deixa o rosto mais leve e o efeito é muito mais natural. “Hoje, sobrancelhas finas remetem a uma aparência mais madura e as sobrancelhas mais desconectadas deixam a mulher com um look mais jovem”, fala Deise. As sobrancelhas têm um aspecto mais volumoso, os arcos são mais grossos porque os pelos não são aparados, são penteados para cima e na direção do fim da sobrancelha – às vezes até com gel – e sem uma linha muito demarcada. As sobrancelhas selvagens são mais irregulares, sem perder o ar arrumado. “A linha fica mais leve ao redor da sobrancelha e o centro, mais preenchido”, fala Nanda, ressaltando que, logicamente, é necessária uma avaliação e simulação para a cliente se imaginar dessa forma, com esse novo look. E a maioria já está aderindo e adotando esse estilo de sobrancelha. Na verdade, a micropigmentação nunca deveria ter sido usada para modificar a arqueadura da sobrancelha. Sempre indicamos o uso da técnica para preencher falhas e ressaltar a curvatura que já é natural daquela pessoa”, fala Raphaella. Com esta nova tendência, a micropigmentação é muito procurada para preencher falhas ou até engrossar um pouco mais aquelas sobrancelhas falhadas ou finas, mas a intenção é sempre deixar o aspecto mais natural possível. “Para ter sobrancelhas mais selvagens, deve-se aparar pouco os pelos e usar máscara incolor para que eles fiquem o dia todo no lugar. Caso a mulher tenha sobrancelhas muito ralas ou finas, o ideal seria optar pela micropigmentação para um efeito mais preenchido”, finaliza Deise.

FRASES

“Desenvolvemos uma arquitetura de fios que, ao mesmo tempo, fosse capaz de dar um efeito natural, a sobrancelha mais bagunçadinha, mas proporcional ao rosto, com as medidas certas, nada exagerado”

Nanda Gama

“As sobrancelhas também seguem uma tendência de moda e atualmente ela pede arcos mais desconectados” Deise Damas

Somos uma empresa com coração e alma humanos. E a humanidade nos traz inquietude para buscarmos sempre o novo, discernimento para abraçarmos as causas certas, coragem para seguirmos adiante mesmo em face de tempos difíceis, orgulho para mostrarmos a grandiosidade do segmento brasileiro.

Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *