Franquias em (super!) alta

O que as franquias e os licenciamentos de marca – das áreas de estética, depilação a laser, micropigmentação, bem-estar e afins – têm a oferecer nestes tempos de novos negócios?

Karina Hollo (@karinahollo)

Mesmo com todas as dificuldades da pandemia, um estudo da Associação Brasileira de Franchising (ABF) aponta que uma das áreas que mais chamou a atenção nesse 1º trimestre de 2021 foi o de Saúde, Beleza e Bem-Estar, apresentando um bom desempenho de faturamento. Segundo a entidade, o segmento registrou desempenho positivo de 12,7% no faturamento e de 3,6% em número de unidades no 1º tri de 2021. O setor foi beneficiado pelo fato de haver uma demanda ainda reprimida pela decisão de parte dos pacientes em aproveitar o isolamento social para realizar procedimentos mais invasivos, pela acentuação do desejo de bem-estar mesmo em um contexto tão delicado e pelo redirecionamento de recursos que seriam utilizados para outros fins, como viagens e outras atividades sociais restritas nesse período.

E nesse cenário, franquias oferecem a segurança de uma marca reconhecida e de um modelo já testado. Além disso, as do segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar têm uma infinidade de opções – lojas próprias, quiosques, modelos home based –, que podem se adequar ao bolso de qualquer futuro franqueado. “O mercado de franquias já confirmou seu potencial, consolidando-se como opção acessível e certeira para a expansão de negócios”, fala a diretora do Comitê de Saúde e Beleza da ABF, Danyelle Van Straten. Os principais benefícios são integrar uma rede, ser dono de um negócio que já foi testado, tendo acesso ao know-how e à toda infraestrutura da franqueadora. Além disso, o franqueado conta com treinamento, nunca está sozinho. Sempre que precisar, pode acionar o suporte da franqueadora para solucionar eventuais problemas. “Isso jamais aconteceria na gestão de um negócio próprio”, diz Danyelle. E o fato de estar dentro de uma rede possibilita ao franqueado ter acesso ao poder de compra junto aos fornecedores e a ações de marketing. “Por tudo isso, a franquia é um negócio mais seguro para quem deseja empreender se comparada aos negócios independentes. Tanto que o modelo apresenta uma taxa de mortalidade muito inferior à de negócios isolados”, observa a diretora.

Eis que o mercado de franquias agiu rápido para enfrentar os reflexos da pandemia de COVID-19. Criou ou expandiu o e-commerce, digitalizou processos e até produtos e serviços, criou promoções, intensificou o suporte ao franqueado e manteve o relacionamento com os consumidores por meio dos canais digitais. “As franquias de Saúde e Beleza demonstraram grande resiliência e agilidade. O conhecido ‘efeito batom’ demorou um pouco mais a aparecer, mas se fez presente. O consumo de substituição e de gratificação foram decisivos, mas as franquias deste segmento também fizeram sua parte. Se digitalizaram, criaram produtos e pacotes e, acima de tudo, mantiveram o relacionamento com franqueados e consumidores”, afirma Thais Ramos, coordenadora do Comitê de Saúde e Beleza da ABF.

O levantamento realizado pela ABF com as redes aponta que as adaptações e inovações foram fundamentais para a manutenção do desempenho do segmento. Por exemplo, as redes Sóbrancelhas e Maislaser criaram plataformas de e-commerce, reforçando suas vendas. Já as marcas Royal Face e Budha Spa criaram plataformas de serviços ou teleatendimento. As redes Onodera, Maislaser e Budha Spa lançaram linhas de produtos/pacotes e ferramentas digitais. Algumas franquias passaram a fazer entregas ou atuar no modelo take away, como a Hinode, e desenvolveram pacotes pré-pagos ou parcelados, como é o caso da Onodera e da Royal Face.

Esse potencial não passou desapercebido pelos investidores tanto que as redes Água de Cheiro, Mais Top Estética e Royal Face apresentaram crescimentos expressivos em número de unidades. Suportando tudo isso, as redes intensificaram o apoio aos franqueados com metodologias ágeis, treinamento e consultoria realizadas à distância, que mantiveram o negócio ativo e as equipes motivadas. Confira algumas histórias de redes que promoveram mudanças e inovaram durante a pandemia e conseguiram preservar ou até expandir suas operações.

GiOlaser

O bem-estar e o autocuidado são cada vez mais prioridade na vida das pessoas. Mesmo em tempos de crise, esse mercado figura entre as maiores ascensões do segmento de franquias, movimentando R$ 31 bilhões por ano, segundo a ABF. “Para tornar o negócio mais atrativo e facilitar a gestão dos franqueados, a GiOlaser oferece suporte completo desde a implantação à operação das clínicas. Isto é, o franqueado terá apoio das áreas de marketing, jurídico, operacional, comercial, de atendimento e gestão”, conta Patricia Siebra, diretora de Implantação e Operações da GiOlaser. O franqueado ainda tem acesso às ações promocionais da rede, além de consultores de campo sempre à disposição para sugerir soluções e analisar o sucesso do negócio. “Outro diferencial é que a GiOlaser disponibiliza enxoval gráfico e digital para divulgação da marca, dos serviços e da unidade, e consultorias de marketing digital para que o franqueado atinja o sucesso por meio das redes sociais”, fala Patricia. O modelo de negócio da GiOlaser totalmente descomplicado e com suporte – um dos principais benefícios para o franqueado. Todo esse know-how por trás das clínicas gera retornos financeiros rápidos: a maioria das franquias chegam ao ponto de equilíbrio logo no 1º mês; o retorno do investimento acontece a partir de 24 meses e o faturamento é de aproximadamente R$ 100.000, com margem de lucro de cerca de 30%. Além disso, ter a atriz Giovanna Antonelli como sócia e garota-propaganda traz mais credibilidade para as clínicas na hora de captar clientes. “Uma das grandes vantagens de ser um franqueado é que toda estratégia macro do negócio é traçada pela franqueadora, e o modelo de negócio já é bem-sucedido”, fala.

Royal Face

Pioneira em harmonização facial, e rede focou na classe C. A rede intensificou os agendamentos on line e com um serviço financeiro dedicado a facilitar o acesso aos tratamentos estéticos para todos os brasileiros, o Carnê da Beleza, carro-chefe da marca, durante a pandemia, vendeu mais de 50 unidades, ultrapassando mais de 120 lojas comercializadas. “O Carnê da Beleza é exclusivo da nossa rede e permite o parcelamento em até 24 vezes. Esse é um dos diferenciais que conquistaram nossos parceiros em várias regiões do Brasil”, diz a empresária Andrezza Fusaro, sócia-fundadora da Royal Face. O crescimento nesse período se deve principalmente ao suporte da franqueadora. A Royal Face aproveitou o momento para buscar novas ferramentas online e atender melhor seus parceiros e clientes. A franqueadora triplicou a quantidade de conteúdo da plataforma EAD e ofereceu todo o suporte aos franqueados, ajudando-os na melhora dos resultados. “Acompanhamos diariamente os resultados das nossas franquias, ajudando nossos franqueados a traçar planos de ação para que saiam vencedores da pandemia”, destacou Mauri Torres, diretor de expansão da marca. Como não depende de sazonalidade, o mercado de beleza é uma aposta segura para quem pretende investir em um novo negócio. A rede possui três modelos de negócios: Slim, Standard e Premium. O investimento inicial em uma operação da Royal Face é a partir de R$122 mil, com um faturamento que pode chegar até R$ 2 milhões anuais, dependendo do modelo escolhido. A rede já realizou mais de 87 mil procedimentos, em três anos de operação. São mais de 40 tipos de tratamentos faciais e corporais, com destaque para toxina botulínica, preenchimento e fios de sustentação, além de microagulhamento, lipo de papada, skinbooster, peeling, clareamento de melasma e secagem de vazinhos.

Sóbrancelhas

As franquias precisam sempre inovar para disputar o mercado. No setor de estética, bem-estar e beleza, todo dia há um lançamento, uma novidade… e as marcas precisam acompanhar esse crescimento do setor. “É necessário oferecer um bom atendimento, capacitar sempre as colaboradoras, e pesquisar, estudar novos produtos, novos procedimentos e técnicas. Franquias que não inovam, acabam sendo “engolidas” no mercado”, fala Luzia Costa, CEO das franquias Sóbrancelhas e Reduci. E claro, neste momento atual de pandemia, além de inovação, é sempre oferecer cuidados e segurança com a saúde do cliente, para que se sinta seguro e cuidado. Ser franqueado é ter um negócio que foi testado e aprovado pela franqueadora. “É transmitido todo o know how da marca para o franqueado. Ele terá suporte do seu negócio, treinamento, sistema integrado, campanhas de marketing prontas para uso”, diz Luzia. O empreendedor que decide investir em uma franquia tem segurança garantida, com um nome forte e conhecido, o que passa mais credibilidade para o cliente.

Água de Cheiro

A Água de Cheiro trabalhou com estratégias que auxiliaram a driblar a instabilidade econômica e, inclusive, continuar crescendo. A previsão era de inaugurar 40 novas operações ainda em 2020 e, até o fim de novembro, já havia implantado 32 novas unidades. Quando comparada a 2019, a marca cresceu cerca de 17%, alcançando o marco de 140 operações rodando nacionalmente. Segundo o diretor Olindo Caverzan Júnior, isso se deu graças às estratégias de expansão e uma possível mudança no comportamento do consumidor brasileiro. “A pandemia nos mostrou que apesar do mercado de beleza não ser considerado essencial, mesmo em meio à crise, as pessoas continuaram interessadas e consumindo produtos do segmento, o que gerou maior interesse nos empresários que buscavam empreendimentos seguros e, consequentemente, encontraram na Água de Cheiro o negócio perfeito para apostar suas fichas”, pontua. Ainda de acordo com o diretor, foi necessário estar mais próximo de potenciais empresários, alimentando-os com informações que comprovassem as chances de retorno do empreendimento, além de investir em campanhas de incentivo mais agressivas.

Budha Spa

Em 2020, a maior rede de spas urbanos do país, se viu obrigada a fechar suas 38 unidades por alguns meses e teve que adaptar sua estratégia de negócio. Além de criar uma série de promoções, que permitiam o uso dos serviços ao término do isolamento social, a marca antecipou o lançamento de sua linha Home e da plataforma Home Wellness. A linha Home permite ao consumidor ter a experiência do despertar dos sentidos em casa, com óleos essenciais, difusores de ambiente e sabonete líquido desenvolvidos exclusivamente para o Buddha Spa após um estudo aprofundado que chegou a uma combinação única de matérias-primas e aromas. Já a plataforma Home Wellness leva ao consumidor, onde ele estiver, cursos online sobre bem-estar. Atualmente há dois programas disponíveis: Saúde do Sono e Antiestresse.

Grupo Hinode

A inovação incluiu modelo de entrega – inserindo novas opções com take away e delivery em suas 400 franquias, agilizando a retirada de produtos para seus consultores, que gerou um acréscimo de 15% no fluxo. O Grupo realizou promoções para os consultores e ainda implantou novos formatos de pagamento que colaboraram para o desempenho positivo das franquias, sendo que o conjunto de todas as ações gerou um recorde de produção pelo aumento das vendas: nos meses de abril a setembro de 2020, o Grupo registrou um crescimento de 132%.

Maislaser

Em agosto de 2020, a rede entrou para o e-commerce e a expectativa era faturar R$ 5 milhões apenas por essa ferramenta. Para ampliar seu público, em novembro a rede começou a oferecer um serviço de rejuvenescimento facial.

Mais Top Estética

Mesmo em meio a pandemia, no mês de outubro de 2020 a rede ultrapassou a marca de 100 unidades vendidas, registrando lucro no trimestre e no ano. O sucesso das vendas e na captação de franqueados deu-se principalmente ao novo modelo de negócio em formato de microfranquia home care, com investimento inicial de R$ 58 mil, em processo de implantação.

Onodera

A rede focou em alguns pilares nesse período: gestão estratégica, inovação e capacidade de adaptar-se às condições impostas pelo mercado. Baseada em pesquisas, acompanharam tendências, entendendo que o mercado de beleza seria um dos primeiros a retomar o crescimento. Desta forma, desenvolveram ações para os franqueados serem minimamente impactados, flexibilizando pagamentos (royalties e fundo de propaganda), disponibilizando consultoria on Line (com objetivo de oferecer mais praticidade e comodidade no dia a dia) e treinamentos virtuais. Destes encontros surgiram algumas novidades promocionais e lançamentos, todos voltados a tratamentos rápidos e com excelente resultado, como o Desafio Quarentena Detox (composto por produtos home care, dieta especial, acompanhamento nutricional, assinatura de um aplicativo de exercícios e tratamentos Onodera). E ainda o lançamento do Boto Club – o Clube da Toxina Botulínica (no qual a cliente pode realizar três aplicações durante o ano, com parcelamento em 12 vezes).

Somos uma empresa com coração e alma humanos. E a humanidade nos traz inquietude para buscarmos sempre o novo, discernimento para abraçarmos as causas certas, coragem para seguirmos adiante mesmo em face de tempos difíceis, orgulho para mostrarmos a grandiosidade do segmento brasileiro.

Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.