A Celebração da beleza no Rio de Janeiro: Abram alas para o Estética in rio 2021!

Do nascimento de grandes marcas de cosméticos desde o período da monarquia à tecnologia da atualidade utilizada por superempresas e multinacionais, que inovam diariamente suas formulações e a relação com o consumidor, o Rio de Janeiro se mantém como um lindo cenário para a cosmética nacional

Carmen Cagnoni (@carmencagnoni)

É fato: vivemos e ainda estamos vivendo um período inigualável da história. A pandemia da COVID-19 mudou a vida e os hábitos das pessoas e afetou o consumo mundial de produtos e serviços. No entanto, segundo dados publicados no site da ABIHPEC – Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (www.abipech.org.br), enquanto o PIB brasileiro caiu 4,1% em 2020 e a produção industrial tenha recuado 3,5%, as vendas de produtos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC), mesmo sob os impactos do coronavírus, mantiveram a tendência de alta registrada em 2019 e fecharam o ano passado com crescimento de 4,7%, segundo dados da Euromonitor Internacional (@euromonitorintl). Os produtos de skin care estão entre os que registraram mais crescimento: por volta de 13%.

Somente Brasil, que mantém a quarta posição no ranking mundial da beleza, e China, que ocupa o segundo lugar, tiveram resultados positivos em vendas entre os cinco primeiros colocados. Também é fato que entre os itens mais vendidos do setor estão os de higiene pessoal, como sabonetes líquidos, sabonetes em barra e cosméticos capilares, porém os produtos para cuidados com a pele alcançaram crescimento de 21,9%, segundo o Painel de Dados de Mercado da ABIHPEC. O destaque de acordo com a Associação foram máscaras faciais, que cresceram 91%; e esfoliantes corporais, 153,2%. João Carlos Basilio, presidente executivo da ABIHPEC enfatiza que os produtos de cuidados da pele são um dos mais promissores no país: “Essa já era uma tendência observada antes da pandemia e no ano de 2020 a busca por produtos para essa finalidade aumentou. Esse é, sem dúvidas, um sinal positivo para a ampliação desse segmento que ainda tem enorme potencial de desenvolvimento aqui no Brasil”.

No país também houve um aumento de 7% no número de empresas do setor, ultrapassando 3.100 companhias. A região Sudeste é a que concentra a maior produção de cosméticos, com destaque para a zona metropolitana de São Paulo e a baixada fluminense. Nova Iguaçu, no Rio, por exemplo, tem o chamado Polo Cosmético reunindo diversas empresas. Grandes nomes do setor estão enraizados em terras cariocas, como Granado, Dermage, Dermatus e L´Oréal – que na área de cosmética ativa reúne grandes marcas internacionais de dermocosméticos, como Vichy, La Roche-Posay e Skin Ceuticals.

E será no belo Estado do Rio de Janeiro, o segundo da federação com o maior PIB, na cidade maravilhosa, que o grupo Estética in retomará a realização dos eventos presenciais – pausados desde março de 2020.  Está confirmada para os dias 30 e 31 de outubro e 01 de novembro de 2021 a realização da Estética in Rio (@esteticainrio) no SulAmérica Centro de Convenções, localizado na região central da capital fluminense. “Infelizmente, praticamente todos os eventos ficaram para 2022, mas uma boa notícia é que no Rio acontecerá ainda neste ano. Contamos com o apoio do governo do Estado e da Prefeitura para isso acontecer. Vamos apostar em toda segurança necessária e seguir as normas de Biossegurança, pois temos muito zelo com nosso público, por isso as inscrições serão limitadas. Este será oevento de retomada do setor, que consta do calendário oficial da cidade e onde tudo começou para a Estética in, afinal a nossa primeira feira foi no Rio, em 2006. Infelizmente, não será possível a participação de todos que almejam acompanhar in loco as novidades do setor, as grandes palestras, o contato olho no olho com os melhores nomes da Estética nacional, por causa dos protocolos de saúde. Mas não tenho dúvidas de que quem participar entrará para a história”, revela entusiasmado Eduardo Gouvêa, diretor do Grupo Estética in e da Open Brasil Eventos.

PASSADO, PRESENTE, FUTURO
A história da Estética contará daqui alguns anos, que após um longo período de isolamento social, da proibição de seminários, congressos e qualquer outro tipo de acontecimento corporativo, foi no Rio de Janeiro que a primeira feira do setor voltou a acontecer. O marco contemporâneo fará belo contraponto à memória da tradição da indústria cosmética fluminense que engloba a empresa de cosméticos e medicamentos mais tradicional do Brasil. Fundada no Rio de Janeiro em 1870, a Granado Pharmácias (@granadopharmacias) começou com a manipulação de extratos de plantas e de ervas cultivadas no sítio de seu fundador, o português José Antonio Coxito Granado. Logo conquistou clientes ilustres, como D. Pedro II. Encantado com a qualidade e eficácia dos produtos, o imperador condecorou a botica com o título de Pharmácia Oficial da Família Imperial Brasileira.

O profundo conhecimento sobre as propriedades dos extratos e óleos de plantas medicinais é, até hoje, a base para o desenvolvimento de novos produtos. São mais de 80 lojas conceito e distribuição em seletos pontos de venda, no exterior a marca possui três lojas conceito em Paris e uma loja virtual que atende toda a Europa. São 151 anos de uma rica história que muito contribuiu para o desenvolvimento das indústrias farmacêuticas e de cosméticos no Brasil. Hoje, o Grupo Granado conta também com a marca Phebo (@perfumariaphebo) – fundada em 1930 pelos primos portugueses Antonio e Mario Santiago, em Belém – no coração da Amazônia.

Os valores da Granado são altamente admiráveis no mundo contemporâneo e refletem a preocupação com gerações futuras, pois nenhum produto é testado em animais e a posição em relação à preservação do meio ambiente é colocada em prática por meio do desenvolvimento de cosméticos formulados com extratos naturais, livres de corantes e de fragrâncias artificiais. Quanto às embalagens, as caixas de sabonetes em barra trazem o selo FSC (Forest Stewardship Council ou Conselho de Manejo Florestal). Reconhecido mundialmente, certifica que a madeira utilizada para a produção do papel ‘é oriunda de um processo produtivo manejado de forma ecologicamente adequada, socialmente justa e economicamente viável, e no cumprimento de todas as leis vigentes de árvores reflorestadas’. Parte dos sabonetes que não possuem cartucho são embalados em papel reciclado e desde 2007 as sacolas de plástico das lojas foram substituídas pelas de papel.

EMPODERAMENTO FEMININO
O termo pode ser bem atual, mas o caminho de duas mulheres em solo fluminense, mãe e filha, há décadas refletem o poder da liderança feminina. A Dermage (@dermagebrasil) pode ser descrita como uma marca brasileira feita por mulheres fortes. Tudo começou com Lisabeth Braun, funcionária pública no fim dos anos 1970, que tinha uma vida estável pela frente, mas o espírito empreendedor e uma visita a uma farmácia de manipulação em Buenos Aires, na Argentina, deram o clique para ela mudar sua vida. Aos 30 anos, largou o emprego sólido e vendeu seu carro para investir em um tipo de negócio que até então não existia no Rio de Janeiro. “Quem é o homem por trás da empresa?” era a pergunta que costumava ouvir. Com filhos pequenos e todas as incertezas de um novo business, Lisa trocou o certo pelo duvidoso e sabia que era preciso força e coragem para seguir seu sonho num universo predominantemente masculino. Assumiu todas as funções, das fórmulas e do financeiro aos pedidos no balcão da lojinha que montou em Copacabana. Aos poucos, ganhou a confiança da classe médica com produtos de excelência. A demanda era tanta que, em 1990, Lisa percebeu uma nova oportunidade: industrializar as fórmulas mais pedidas. Assim, foi além da manipulação de fórmulas e a Dermage se tornou marca de dermocosméticos.

Enquanto tudo isso acontecia, Ilana Braun, sua filha, seguia por caminhos diferentes. Até que um dia, trabalhando no mercado financeiro, decidiu usar suas férias para uma imersão na empresa da mãe. Depois de dez dias, e muitas memórias afetivas reativadas da infância na farmácia, decidiu largar tudo para embarcar no negócio familiar. A união das forças de mãe e filha promoveu a expansão a passos largos.

Hoje, todos os produtos da marca são desenvolvidos com ativos de alta eficácia, sem testes em animais, resultado de extensas pesquisas, com eficácia comprovada para a pele brasileira e fórmulas premiadas. O know-how daquela jovem que conquistou cada indicação dos médicos no Rio de Janeiro nos anos 1980 se transformou em algo maior, e as indicações profissionais se espalharam por todo o Brasil. Assim, passou de uma pequena sala em Copacabana para 60 lojas no país, entre próprias e franquias, além da distribuição em farmácias e em uma gigante multimarcas. Mais que um case de sucesso, a Dermage é a demonstração do poder do empreendedorismo feminino. É o sonho de Lisa, que encontrou o sonho da filha, Ilana, com a certeza de quem acredita no que faz.

ALMA CARIOCA

Também fundada no Rio de Janeiro, a Dermatus (@dermatusbr) é referência em cosmética médica, dermocosméticos e fórmulas manipuladas dermatológicas. Com DNA terapêutico, é uma marca pioneira na oferta de formulações personalizadas. A empresa tem compromisso com a busca contínua pela qualidade no desenvolvimento de produtos e através de fórmulas inovadoras entrega resultados de alta eficácia. A tecnologia está presente em todas as etapas de desenvolvimento dos produtos. Seja nas fórmulas da Dermatus Sob Medida, como nas formulações dos dermocosméticos, sempre buscando trazer produtos com múltiplas funcionalidades, garantindo tratamentos eficazes e seguros. A empresa gosta de se intitular com alma carioca, pois se preocupa em desenvolver produtos compatíveis com o clima do país, utilizando ativos premium consagrados e veículos pensados especialmente para a pele brasileira.Engajada com a sustentabilidade, não realiza nenhum tipo de testes em animais há mais de 10 anos. Além disso, está sempre atenta às tendências de consumo consciente, oferecendo diversos produtos veganos, assim como livres de sulfatos e parabenos. Com mais de 40 anos de mercado, tem como objetivo proporcionar soluções completas para os clientes, médicos e esteticistas. A vasta experiência possibilita desenvolver os melhores manipulados e, dessa maneira, industrializar as fórmulas de maior sucesso. Hoje, além da manipulação de uso tópico, a marca realiza também manipulação de formulações de uso oral através da marca Dermatus In. Além disso, os produtos manipulados também são oferecidos em formas diferenciadas que facilitam o tratamento do cliente.

DIVERSIDADE A CÉU ABERTO

Desde que se instalou por aqui, em 1959, a L´Oréal (@loreal_brasil) trilhou o caminho do desenvolvimento e da inovação. Segundo a empresa, ‘com uma grande diversidade de cabelos, peles e culturas, o Brasil é um laboratório a céu aberto para a L´Oréal’. Hoje, a empresa tem no portfólio 19 marcas no país, em diferentes categorias: cabelos, maquiagem, unhas, perfumaria e cuidados com a pele. No segmento de Cosmética Ativa estão as marcas de dermocosméticos Vichy (@vichybrasil), La Roche-Posay (@larocheposaybr), SkinCeuticals (@skinceuticalsbrasil) e CeraVe (@ceravebrasil). No Rio de Janeiro está sediada uma das duas fábricas da gigante do setor de cosméticos, a central de distribuição e o Centro de Pesquisa & Inovação – inaugurado em 2017, é o único da América Latina. Tudo fica no Polo Cosmético de Nova Iguaçu, na baixada fluminense. Em 2017 a empresa também inaugurou uma nova sede.

A segurança e o potencial impacto ambiental de seus produtos estão no centro dos compromissos assumidos pela L’Oréal na atualidade. Como parte de sua busca permanente para oferecer aos consumidores produtos cada vez mais eficazes, seguros e que respeitem o meio ambiente, se comprometeu com uma importante transformação de sua Pesquisa & Inovação através da adoção de uma abordagem de ‘Ciências Verdes’. Até 2030, 95% de seus ingredientes serão derivados de fontes vegetais renováveis, minerais abundantes ou processos circulares; e 100% das fórmulas respeitarão o meio aquático (já em 2020, 80% das matérias-primas do grupo foram facilmente biodegradáveis, 59% renováveis, 34% naturais ou de origem natural e 29% dos ingredientes usados nas fórmulas da L’Oréal foram desenvolvidos de acordo com os princípios da Química Verde). Transparência, segurança e Ciências Verdes fazem parte da visão de Beleza do Futuro da L’Oréal

A empresa entende que essa mudança de postura ocorre em um momento em que proteger o planeta é uma necessidade absoluta, e a pandemia causada pela Covid-19 está fazendo com que haja uma demanda cada vez maior por produtos que são bons para a saúde e seguros para o meio ambiente. É neste cenário que a L’Oréal está abrindo um novo capítulo no quesito transparência, a fim de que que o público faça escolhas conscientes.

Para que serve o ácido hialurônico? O que são parabenos? Quais são os métodos de testes alternativos? Para responder às perguntas dos consumidores sobre onde e como são obtidos seus ingredientes, de que forma são criadas as fórmulas e como elas são testadas, decidiu aderir a uma política de transparência por meio de uma série de iniciativas. O objetivo é disponibilizar informações completas sobre processos de fabricação, além do impacto social e ambiental de seus produtos.  No site da empresa há uma plataforma (Por Dentro dos Nossos Produtos) que responde às principais dúvidas dos consumidores, conta com vídeos, um glossário de centenas de compostos químicos e um espaço para perguntas respondidas por especialistas sobre as principais substâncias usadas em produtos de beleza e higiene pessoal. Criada em 2019, a plataforma — disponível em 45 países — ganhou versão em português. “Queremos usar a ciência que temos para desenvolver soluções técnicas para uma beleza mais sustentável e, ao mesmo tempo, dar transparência e informações claras, objetivas e acessíveis para os nossos consumidores”, explica Cristina Garcia, diretora científica da L’Oréal Brasil. 

Com foco nos produtos dermocosméticos para pele e cabelo, vendidas exclusivamente em farmácias e drogarias, a L’Oréal Cosmética Ativa é a mais recente no Brasil entre as divisões da L’Oréal e é líder no segmento. As marcas atendem distintas necessidades de cuidado e seus produtos têm eficácia atestada e aprovada por dermatologistas. 

SkinCeuticals é pioneira nas pesquisas em antioxidantes, com texturas sérum e altas concentrações de ativos puros. Já Cerave é focada em produtos de hidratação dermocosmética.

Já La Roche-Posay, representando o protagonismo frente aos problemas dermatológicos (a marca é líder global no mercado de dermocosméticos), reforçou seu propósito de estar cada vez mais próxima do consumidor, enxergando problemas de pele como questão de saúde pública. Roberta Sant’Anna, diretora geral da L’Oréal Cosmética Ativa, participou recentemente de um encontro de lideranças femininas do Brasil, o Power Trip Summit 2021. Ao lado de outros renomados convidados, a executiva analisou: “Atualmente, dois bilhões de pessoas sofrem com problemas de pele em todo o mundo. E isso é uma questão de saúde pública que impacta a saúde física e emocional da população. Como líderes de mercado, podemos contribuir trazendo mais representatividade, diversidade, informação. É muito importante nos posicionarmos e reforçar que quando olhamos para a pele, nós vemos pessoas”.

QUALIDADES MARCANTES
Outras empresas do setor também elegeram a cidade maravilhosa como ‘seu lugar’. O Lane Hair Institute (@laneinstitute), por exemplo, além dos tratamentos tem uma linha de produtos capilares. A equipe gosta de dizer que desde o século passado cuida dos cabelos e da cabeça da família carioca. Fundado em 1961, o Instituto busca o equilíbrio entre o sucesso como empresa e as necessidades de seus clientes. Com o tempo, aproveitou o legado para evoluir, integrando os princípios de desenvolvimento cientifico-sustentável no modelo de negócio, preparando a empresa para enfrentar os desafios de evolução constante sem nunca se esquecer da preocupação social, ambiental e econômica. Através de constantes pesquisas na área de tricologia, aprimora os tratamentos para cabelos e couro cabeludo.

Já a Sobelle Cosmético (@lojasobelle), localizada na zona norte da capital, foi criada em 2010. A marca é referência em produtos para cílios, sobrancelhas e micropigmentação, com produtos dedicados exclusivamente para uso profissional. Todos os itens são devidamente testados e aprovados pelo setor técnico e de qualidade da marca.

A Nanoline Cosmetic (@nanolinecosmetic), por sua vez, investe em alta tecnologia, para que sua linha de cosméticos voltados aos cuidados com cabelos, pele e unhas proporcione beleza, qualidade de vida e bem-estar. Os produtos são inovadores e baseados em estudo científico.

E empresa estrangeira também escolhe o Rio! É o caso da Pandhy´s (@pandhysbrasil), empresa fundada em 2004, na Hungria, pela Cosmed KFT e hoje presente em mais de 40 países. Atuando no Brasil desde 2011, é representada exclusivamente pela Idea Cosméticos (@ideacosmetics), responsável pela distribuição dos produtos em território nacional. A marca atua no desenvolvimento de tratamentos, pesquisas e protocolos no seguimento de Estética Facial, Corporal e Epilação com a tecnologia da nanoglicose, um dos diferenciais e exclusividade da Pandhy´s. A essência da marca é a criatividade e a busca constante de conhecimento e desenvolvimento para o profissional que busca ousar, inovar e ter a coragem de ir contra tudo que já existe com uma nova filosofia de mercado. A empresa oferece capacitação profissional através de treinamentos, workshops e oportunidades de negócios.

Somos uma empresa com coração e alma humanos. E a humanidade nos traz inquietude para buscarmos sempre o novo, discernimento para abraçarmos as causas certas, coragem para seguirmos adiante mesmo em face de tempos difíceis, orgulho para mostrarmos a grandiosidade do segmento brasileiro.

Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.