Tratamentos noturnos para rosto, cabelos e corpo são alternativas para cuidar da beleza durante o período do sono

0
110

shutterstock_131108405

Está mais do permitido fazer a Bela Adormecida para reforçar os cuidados estéticos. Aproveitar as horas noturnas de repouso para cuidar da pele e dos cabelos é uma alternativa prática para mulheres que passam o dia na correria. Na falta de tempo para interromper a rotina diurna e realizar tratamentos de beleza, que tal potencializar os resultados deixando os produtos agirem a noite inteira? Além da conveniência, estes cuidados trazem mais benefícios do que se fossem aplicados em outros momentos do dia.

– À noite, a pele não sofre a ação de agentes externos, como sol, luz, poluição e calor. Também os produtos podem ficar mais tempo em ação e até fixam melhor, já que a pessoa, dormindo, não está suando ou passando a mão na pele, retirando o que foi aplicado – exemplifica a dermatologista Juliana Fonte.

Cremes clareadores e rejuvenescedores compõem as opções mais comuns para o rosto, em fórmulas manipuladas para cada caso, enquanto máscaras restauradoras para os cabelos, hidratantes labiais e soluções para o corpo podem ser facilmente encontradas nas prateleiras. Os tratamentos noturnos são também mais eficientes nos casos em que o uso diurno é desaconselhado. A dermatologista Renata Heck indica o turno da noite para aplicação de ativos mais potentes e concentrados contra manchas, acne e rugas, os três mais pedidos em consultórios pelas mulheres. Estas fórmulas, em sua maioria, contêm ácidos e são fotossensibilizantes, isto é, o contato com o sol pode levar à irritação da pele, com reações como vermelhidão, descamação e ardor.

– O efeito destes produtos não se dá somente no momento da aplicação noturna. No dia seguinte, deve-se usar protetor solar, com FPS não inferior a 30, mesmo no inverno – alerta Renata.

A seguir, veja a indicação das profissionais para cada parte do corpo.

PARA O ROSTO
O período noturno é utilizado para tratamentos com ácidos ou hidratantes com ação mais potente, que consiga repor o que a pele perdeu durante o dia. É a hora de apostar em cremes clareadores, que amenizam manchinhas, bem como regeneração de cicatrizes e linhas de expressão. Ao redor dos olhos, a aplicação de fórmulas para suavizar as olheiras costumam ter bons resultados. Os produtos, sejam eles comprados no mercado ou indicados pelos médicos, devem ser aplicados 15 minutos antes de dormir, para haver adequada absorção. A pele deve estar previamente higienizada, indica Renata Heck, com demaquilantes e sabonetes específicos para cada tipo de pele.

PARA A BOCA
Se a superfície dos lábios está ressecada ou com início de rachaduras, é uma boa ideia apostar na hidratação noturna. Como salienta a dermatologista Juliana Fonte, à noite a ausência de movimentos como falar, comer ou o contato com a saliva, que causa ainda mais ressecamento, propicia que o produto fique mais tempo em ação, o que permite a regeneração dos lábios. É possível também escolher cremes próprios para suavizar o “código de barras” em torno da boca, aquelas ruguinhas que surgem ao longo dos anos.

PARA O CORPO
A oleosidade natural da pele, que garante o viço, pode ser reposta com um ritual que começa após o banho antes de dormir. Esta é a hora que os hidratantes devem ser aplicados: o sabonete deixa a pele seca, mas o vapor promoveu a dilatação dos poros. Neste momento a aplicação tem efeito potencializado. Deve-se espalhar bem para não ficar pegajoso, mas caprichar em áreas como joelho, cotovelos e calcanhar. Isso porque, como se usa roupas leves para dormir, a calça ou a blusa não ficará roçando no corpo e retirando o produto.
– Quem não tem paciência para aplicar cremes pode usar óleos de banho ou hidratantes próprio para o uso durante o banho – recomenda Juliana Fonte.
Além da hidratação, os tratamentos noturnos para corpo incluem fórmulas para combate às celulites e estrias. No caso das estrias, os produtos contêm ácidos, que devem ser removidos pela manhã.

PARA OS PÉS
É recomendado o uso de produtos específicos para amaciar a pele do calcanhar e da sola. A dermatologista Juliana Fonte indica o uso de meias ou de papel-filme (aquele de embalar alimentos) para que esta oclusão potencialize o efeito do tratamento.
– No verão, é difícil para muitas pessoas dormir de meias. Mas este tipo de produto pode ser colocado à noite quando se está vendo TV, por exemplo. Aplica-se o creme, envolve-se os pés no saquinho e pode ser retirado após 15 minutos – indica.

PARA OS CABELOS
Produtos de hidratação noturnos são uma boa opção para quem não tem tempo de ir ao salão com regularidade ou quem realiza química capilar com freqüência. A dermatologista Renata Heck ensina que estes cremes devem ser aplicados com o cabelo limpo, úmido ou seco, sem enxágüe antes de dormir. Deve-se aplicar o produto do meio para as pontas dos fios, evitando aplicar na raiz.
– A quantidade aplicada também não deve ser demasiada. Aplicar no couro cabeludo pode desencadear dermatites, e a aplicação em excesso pode deixar os fios com aspecto oleoso – explica.
Dependendo do grau de ressecamento dos fios, este tratamento pode ser repetido com frequência semanal ou quinzenal, conforme a dermatologista Juliana Fonte.

Fonte: Donna 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here