Stress oxidativo e fontes naturais antioxidantes

0
124

Nem vamos gastar linhas falando sobre radicais livres e o dano aos tecidos do organismo. Todo mundo  já sabe  dos estragos causados  por fatores ambientais somados as atitudes rotineiras de vida,  que aceleram a produção destes vilões e  desqualificam  o estado de boa pele.

Vivemos uma era de busca a matérias-primas mais seguras, menos ofensivas ao meio ambiente e ao organismo humano. E comprovadamente eficazes, é claro. Existem novas oportunidades em termos de princípios ativos tecnológicos obtidos de fontes naturais  para aditivar fórmulas cosméticas destinadas a agir como antioxidantes. E hoje vou falar sobre o Kakadu (Terminalia ferdinandiana) espécie endêmica de regiões tropicais na Austrália. Muito se tem estudado sobre usos tradicionais das plantas e seus componentes como forma de extrair frações ativas para o uso cosmético. No caso dos aborígenes australianos,  o Kakadu é usado a milênios como fonte nutricional, agente antisséptico e para alivio de dores musculares.

Fitoquímica ativa

Amo as plantas, exatamente como no hino védico que  dizia “Ervas,  nascidas com o nascimento do tempo.Mais antigas do que os próprios deusesÓ plantas, com este hino eu canto em seu louvor.Nossas mães e nossos deuses” .As plantas, atávicas que na maior parte das vezes são, precisam desenvolver mecanismos de sobrevivência. São verdadeiros laboratórios naturais vivos, que sintetizam fitoquímicos com uma precisão e objetividade perfeita, bem além da condição humana. Que mérito! No caso do Kakadu, devido a alta radiação solar a qual a árvore fica exposta, os frutos desenvolveram um sistema de auto-defesa extremamente eficiente, composto por um coquetel de moléculas antioxidantes fantásticas para atacar a produção excessiva de radicais livres. Ácido gálico e elágico somados a uma boa concentração de vitamina C, estes são os ativos presentes no kakadu, que somados fornecem um booster para as células da pele lutar contra o stress oxidativo.

Ação no relevo cutâneo

A cosmetodinâmica do  ativo Superox C, produzido pela Southern Cross foi estudada e comprovada em testes clínicos, mostrando a limitação ao ataque dos radicais livres e a degradação da derme. O  que me fascinou nesse ingrediente foi a o estímulo na produção de pró colágeno na ordem de 144%, quando usei a 0,4% de concentração em peso na fórmula final. Mas não foi só isso, a contração de ácido hialurônico aumentou em 59%, o que é fantástico, pois o resultado de melhora na homogeneidade da pele foi muito visível- e você sabe, o consumidor não quer nem saber de tabelas, gráficos e dossiês técnicos,  quer saber de melhora visível! A redução das linhas e rugas foi clara e ráida, 21% menos heterogeneidade em 15 dias e 38% em 1 mês. A luminosidade também melhorou bastante.

Fonte foto: http://goo.gl/KkPdw3

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here