Que tal se vestir para a sua vida, aqui e agora?!

0
74

Uma das etapas da Consultoria de Estilo Pessoal consiste em visitar o guarda-roupa da cliente, que me apresenta todas as peças de seu acervo e comenta um pouquinho sobre cada uma delas. Nessas ocasiões, muitas vezes ouço frases do tipo “Ah, eu adoro esse vestido, mas estou esperando surgir uma ocasião especial para usá-lo”, “Essa blusa é muito bonita para ir ao trabalho”, “Essa calça eu usava quando estava mais magra, ela já não me serve há alguns anos, mas deixo-a aí para quando eu emagrecer”.

Outra situação muito comum é me deparar com armários repletos de bons itens, mas que simplesmente não condizem com a vida que a pessoa leva. Por exemplo, uma mulher que adora investir em vestidos de noite, mas que raramente consegue ter tempo e disposição para atividades noturnas, apenas tem uma festa ou outra ao longo do ano. Por outro lado, trabalha diariamente numa empresa com código de vestimenta formal, mas só tem três calças de alfaiataria, todas pretas.

Até aqui, os problemas parecem evidentes, certo? Mas podem não o ser para quem os está vivenciando. O ser humano, no geral, tem essa mania de idealizar um momento perfeito e assim procrastinar a ação. “Quando x acontecer eu vou…” (substitua x pelo que se espera e completa a frase com a ação desejada).

Só que a vida é o que ocorre aqui e agora! Ela é feita basicamente desses momentos diários, como ir trabalhar, buscar o filho na escola ou passear com o cachorro. Então, nada mais lógico do que se vestir para o estilo de vida e para o corpo que se tem hoje, não para o que já foi, ou para o que virá adiante. Não espere uma situação especial para se arrumar, cuidar de si mesma. Não espere ter mais dinheiro para comprar a roupa mais cara ou emagrecer alguns quilos para sentir-se linda. Encare todo dia como uma oportunidade para valorizar-se, assim o ato de vestir-se (que é socialmente requerido, não tem como fugir) fica muito mais divertido, longe de frustrações e com satisfação garantida!

Observação: Este texto foi originalmente escrito para as mulheres, pois percebo que são as maiores vítimas desses dilemas, mas serve para os homens também!

moda

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here