Mude a “forma de comunicar” e conquiste novos resultados em vendas na estética

0
187

A pandemia nos trouxe uma série de mudanças e criou demandas urgentes, como a procura por ferramentas de vendas nos diversos canais digitais. Um dos termos mais procurados nas pesquisas do google nos últimos meses.

Na ansiedade de se adaptar e de não perder espaço no mercado, empresas e profissionais autônomos buscam aperfeiçoamento para a utilização das redes sociais como forma de ampliar a visibilidade da sua mensagem e venda. Atitude obrigatória para quem tem um negócio e deseja ser lembrado pelo mercado.

No entanto, é importante salientar, que entender de marketing digital e impulsionamento em redes sociais apenas, não garante venda. O que garante venda é a “forma como você fala, comunica” com os seus clientes nas diversas redes sociais e fora dela. E é a associação destas duas ferramentas juntas que irão dar resultado. Comunicação + Canais de comunicação (Online e Offline)

Isso, porque clientes não conectam com produtos, métodos, marcas e empresas. Pessoas se identificam com pessoas e compram de pessoas, e são convencidas a comprar algo a partir de um depoimento ou indicação que “pessoas” próximas já obtiveram. Está comprovado!

Ou seja, somos seres sociais e emocionais. Como tal, precisamos de relacionamento e um motivo emocional (inconsciente) que justifique a nossa compra. E é somente a partir desse relacionamento e construção de vínculo de confiança, que será possível despertar o emocional para uma futura compra.

Quero dizer com isto, que além da atualização em marketing digital, é imprescindível reavaliar e atualizar o seu modelo de comunicação, a sua forma de abordar, discurso ou como é falado no marketing digital, o “copy”/copywriting. O tal “copy”, tem a ver com fazer uso das palavras corretas para se comunicar com um público e guiá-lo a uma tomada de decisão, ou a arte de escrever para vender. E aqui em especial, me refiro para ambos os canais, on e off-line.

Isso explica muito, o porquê postagens de vídeos sobre bastidores, depoimentos, #tbt e postagens de influenciadores digitais funcionam tão bem. Simplesmente, porque as pessoas buscam “identificação com pessoas” e um motivo emocional para comprar. E isso não se consegue apenas com uma foto e a descrição técnica dos benefícios e resultados. E sim, explorando a imaginação do cliente ou possível cliente, para que ele viva a experiência de ter o produto ou serviço antes mesmo de adquirir. Na sua imaginação. E para isso é preciso mudar a “forma” de comunicar, o modelo de comunicação utilizado.

O neuromarketing , a ciência que combinada com o marketing, estuda o comportamento do consumidor e sua forma de tomada de decisão, confirma que nem sempre ou quase nunca, o ato de comprar é baseado na razão!

De acordo com as pesquisas realizadas na área, quando tomamos decisões e realizamos escolhas, avaliamos os diversos fatores relacionados, aos registros passados que já temos na “nossa caixinha de memórias” de experiências positivas e negativas. E tudo passa por esta validação e associação.

Buscamos referências anteriores para validar o que está em análise. É essa “caixinha de registros” no subconsciente, que nos garante tomar decisões mais inteligentes e seguras no futuro. Nesse sentido associar emoções positivas, sensação de segurança, conforto e de familiaridade, influenciam positivamente a decisão dos clientes.

E novamente reforço que este resultado só se obtém, através de um novo estilo de comunicação e abordagem, que seja emocional, persuasiva, não técnica, racional e lógica, como assistimos na prática nos atendimento em estética, on e off-line.

Portanto, invista em um novo modelo de abordagem, comunicação e discurso com seu cliente, que desperte o emocional, contribuindo para o registro de novas experiências positivas, na “caixinha de memórias” dele, que lembre a sua marca e pessoa.

Tendo esse entendimento e adotando alguns princípios essenciais, experimente a partir de agora, utilizar em todas as suas formas de contato com o cliente, uma comunicação que conecta, aproxima, emociona e convence.
Exercite as 05 maneiras de usar uma nova abordagem e estilo de comunicação para alavancar vendas e fidelização nos atendimentos em estética.

  • Invista no desenvolvimento emocional forte com o cliente, ao ponto de se tornarem embaixadores da sua marca.
  • Crie identificação com o cliente, assegurando que a marca represente a imagem do consumidor e suas aspirações.
  • Torne-se relevante para o cliente em todos os momentos de contato com ele, criando um registro de experiência positiva na memória dele, que clame por repetição da experiência.
  • A audição é sentido mais afetado pela propaganda e não a visão como se costumava afirmar. Aposte nos vídeos, depoimentos, explicações e informações de whatsapp. Explore a imaginação do cliente em vivenciar a compra antes mesmo de realizá-la.
  • Posts e anúncios com apelo emocional, são recebidos pelo consumidor diferente daqueles com apelo lógico e técnico. Invista na aproximação e pessoalização, aposte em uma descrição amigável, empática, simples, inteligível e clara para o leigo, com fotos que ativem a experiência, o emocional e o desejo.
  • O cérebro ama uma “história” positiva que promete mudança. Conte histórias de sucesso da sua marca, resultados conquistados por clientes, sua próprias conquistas com métodos e tecnologias, etc.
  • Entenda! O cliente não quer algo novo, mas sim algo que lhe pareça familiar, seguro, confiável e que garante mudança real positiva na vida dele.

E se você conseguir associar aos poucos essas novas e simples atitudes no seu modelo de comunicação com o cliente, seja em cabine, telefone, redes sociais, com certeza irá perceber que a “forma de comunicar”, é o ouro para criar novos resultados e vendas.

Quer saber mais, sobre como atualizar o seu modelo de comunicação e a sua forma de comunicar para se tornar mais persuasivo e competitivo na estética? Acesse http://www.terrag.com.br/curso-in-company-para-clinicas-e-espacos-de-beleza/

REFERÊNCIAS:
ARRUDA, Michael. Desbloqueie o poder da sua mente. São Paulo. Editora Gente. 2018.
MORAES, Marcos Brasil. Formação Clássica Programação Neurolinguística Practitioner. University Academy Global Training and Consulting Community. Universidade da PNL Califórnia. 37º Edição revisada.
SUPERTI, Pedro. Ouse ser diferente. São Paulo. Buzz. 2020.
KLARIC, Jürgen. Venda à mente não ao cliente. São Paulo. Planeta. 2017.
PINK, Daniel. Saber vender é da natureza humana. Leya.2013.

Compartilhar
Artigo anteriorBeneficios da Ozonioterpia
Michele Guedke Terra
Consultora de marketing,  Publicitária, especialista em Gestão de Marketing Treinadora do segmento da estética, Comunicadora Generativa , Master Practitioner em PNL e Hipnóloga Colunista da Revista Negócio Estética. Treinadora comportamental

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here