Microagulhamento – Parte II

0
2452

No primeiro artigo conhecemos um pouco sobre a história do microagulhamento, os mecanismos de ação e a criação do aparelho utilizado hoje para a realização da técnica. Neste novo artigo, vamos falar sobre a forma de aplicação.

Além de estimular a produção de colágeno e elastina, as microlesões promovidas pelo microagulhamento abrem canais para a passagem de todos os produtos que forem utilizados na superfície da pele após a aplicação do roller, aumentando de forma significativa a permeabilidade dos cosméticos anti aging.

O tratamento pode ser feito em homens e mulheres em várias regiões do corpo como rosto, colo, pescoço, mãos, braços, seios, glúteos, coxas, entre outros, para tratar estrias, rejuvenescimento, manchas, celulite, cicatrizes, alopécia, flacidez corporal e facial.

Após a aplicação da técnica de microagulhamento podemos obter como resultado:

  • Melhora significativa das rugas e textura da pele;
  • Aspecto mais novo e jovial da pele;
  • Redução drástica de cicatrizes e cicatrizes de acne;
  • Pontos pigmentados tornam-se mais homogêneos ou desaparecem por completo;
  • Melhora da vascularização da pele;
  • Aumento na renovação celular (peeling mecânico);
  • Aumento de colágeno e elastina.

Técnica de aplicação

O roller utilizado pela área da estética varia de 0,25mm a 0,50mm, pois sua permeabilidade é na epiderme. Inicie o procedimento com a higienização da pele com um produto que seja adequado para o tipo de pele do cliente, depois faça a esfoliação em seguida à assepsia.

Aplique o anestésico próprio para esse tipo de procedimento em toda a área a ser tratada com o microagulhamento. Deixe agir conforme indicação do fabricante. Remova com gaze estéril e soro fisiológico e inicie a aplicação do roller, conforme a descrição a seguir:

  1. Divida a área a ser tratada em seções, conforme mostra a figura 1.

    microagulhamento1
    Figura 1
  2. Segure a pele com uma das mãos e aplique o roller com movimentos rápidos e curtos.
  3. Passe o roller em várias direções em cada seção – horizontal, vertical e diagonal.(figura 2)

    microagulhamento2
    Figura 2
  4. Role o roller de 4 a 8 vezes em cada seção.
  5. Quando estiver rolando o aparelho, mude de direção levantando o roller.
  6. Não pressione muito, pois isso não é necessário para obter resultados excelentes.
  7. Limpe o anestético da região 1 (figura 3), logo após aplique o roller em todas as seções contidas dentro da região, em seguida, aplique o cosmético escolhido para o tratamento com deslizamento superficial. Limpe o anestésico da próxima região (2) e inicie a aplicação do roller, repetindo o mesmo procedimento até completar toda a face.
    microagulhamento3
    Figura 3

    O cosmético escolhido deve ser em veículo sérum, gel ou gel creme, pois terão uma permeabilidade mais fácil pelos microcanais.

    Contra indicação

    • Formas raras e severas de cicatrizes queloidianas;
    • Diabetes;
    • Doença neuromuscular;
    • Distúrbio hemorrágico;
    • Doença vascular;
    • Corticoterapia aguda ou crônica;
    • Terapêutica aguda ou crônica com anticoagulante;
    • Presença de cânceres de pele;
    • Verrugas;
    • Ceratose solar;
    • Infecção cutânea;
    • Pele sensível ou com alguma patologia;
    • Gravidez;
    • Acne aguda;
    • Herpes ativa;
    • Uso de Roacutan;
    • Rosácea ativa;
    • Alergia(metal e cosmético);
    • Pele queimada de sol.

    Orientações

    • Não coloque pressão excessiva no Roller.
    • Evite usar o produto sobre os lábios e região dos olhos (especialmente nas pálpebras) onde a pele é mais fina.
    • Em caso de irritação, inflamações, reações alérgicas e outros problemas, pare de usar o produto imediatamente.
    • Certifique-se de verificar o lacre, danos e termo de validade na embalagem antes de usar.
    • Atenção especial ao passar o roller sobre regiões ósseas, colocar menos pressão.
    • Pode causar hiperpigmentação pós inflamatória.
    • É muito importante a utilização de filtro solar com ampla proteção UVA e UVB.
    • Não é indicado esterilizar em Autoclave, Oxido de Etileno (ETO) ou quaisquer outros equipamentos de esterilização. A tentativa de esterilização do roller vai danificar completamente o equipamento.

    Referências Bibliográficas

    • Fabbrocini G, Padova MP, Vita V, Fardella N, Pastore F, Tosti, A. Tratamento de rugas periorbitais por terapia de indução de colágeno.
    • Orentreich DS, Orentreich N. Subcutaneous incisionless (subcision) surgery for the correction of depressed scars and wrinkles.Dermatol Surg. 1995;21:6543–9.
    • Camirand A, Doucet J. Needle dermabrasion. Aesthet Plast Surg. 1997;21:48–51.
    • Fernandes D. Minimally invasive percutaneous collagen induction. Oral Maxillofac Surg Clin North Am. 2006;17:51–63.[PubMed: 18088764].
    • Fabbrocini G et al. Acne scarring treatment using skin needling. Clinical and Experimental Dermatology Volume 34, Issue 8, pages 874–879, December 2009.
    • Setterfield, L. The Concise Guide – Dermal Needling. New Zealand: Virtual Beauty Corporation. 2010

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here