Indução Percutânea de Colágeno ou Microagulhamento

0
1188

Muitos profissionais já escreveram sobre a técnica de microagulhamento ou indução percutânea de colágeno, seus benefícios e suas indicações. Cada dia mais essa técnica vem ganhando adeptos e, infelizmente, muitos não fazem ideia de como trabalhar, simplesmente compram o equipamento e aplicam. Hoje, venho informar sobre os riscos de se aplicar a técnica sem conhecimento técnico/científico.

A técnica trabalha com rolos com microagulhas que causam micropunturações na pele e é imprescindível que esse equipamento possua registro na ANVISA.  Essa certificação garante a qualidade do produto (em relação ao aço utilizado, número de agulhas, comprimento e diâmetro das agulhas etc), a esterilização do mesmo e dessa forma evita-se contaminações e complicações. O profissional sem este conhecimento adquire produtos a preços bem abaixo do mercado, sem ANVISA e coloca em risco a saúde dos clientes e sua reputação.

Existem diversos comprimentos de agulha que são indicados para diversas alterações estéticas, contra-indicações, forma correta de se aplicar, produtos a serem aplicados pré procedimento e pós procedimento , cuidados durante e após a aplicação, e riscos, afinal toda técnica com agulhas envolve riscos.

Ressalto que é imprescindível que o profissional tenha conhecimento teórico e prático sobre a técnica. No aspecto teórico é importante que o profissional entenda o mecanismo de resposta fisiológica do corpo após a aplicação para poder entender o intervalo necessário entre as sessões, o número de sessões indicadas para cada caso, que terapias podem ser associadas, quais os possíveis resultados a serem alcançados, quais produtos devem ou não ser aplicados.

Em relação ao treinamento prático é importante que o profissional saiba a pressão a ser colocada, o número e direção das manobras, locais que podem receber a técnica, saber indicar sem gerar falsas expectativas, saber o que esperar após o procedimento entre outros.

Como podem ver, estamos falando de um recurso novo, mas que já possui embasamento científico, extremamente útil e com resultados incríveis, porém há necessidade de conhecimento teórico e treinamento prático para que o profissional possa usufruir da melhor forma possível essa técnica, oferecendo aos seus clientes o que há de melhor com qualidade e segurança!

Infelizmente alguns profissionais acabam aplicando a técnica sem conhecimento e causam lesões como hiperpigmentação pós-inflamatória, quelóides, infecções de pele, piora de alguns quadros previamente instalados sem falar que muitos reutilizam o equipamento expondo seus clientes a riscos sérios de saúde.

Não seja irresponsável, estude, leia artigos científicos, atualize-se, faça cursos sempre que possível. Trate seus clientes com respeito, ética, competência e segurança. Faça sua parte para que a área da estética continue crescendo e seja vista com respeito e credibilidade!

Até a próxima!

Abraços

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here