Estética e as diferentes fases da vida

0
255

O segmento de cosméticos tem crescido muito nos últimos anos e a preocupação das pessoas em cuidarem da beleza e da forma física consequentemente faz com também gastem mais. Essa crescente demanda junto a um mercado competitivo, inclusive no ramo de serviços, exige dos profissionais de saúde estética que tenham um público-alvo bem definido e, principalmente, que criem um diferencial de atendimento segmentado e personalizado. É aí que entram os tratamentos estéticos para as diferentes fases da vida. Acima de tudo, o trabalho do profissional de saúde estética do século XXI consiste em conhecer as alterações para saber escolher da melhor forma possível os ativos adequados e as corretas técnicas de aplicação.

Fase Ascendente – TEEN
Considera o público que está entre os 14 e 20 anos, tida como a fase ascendente. Além de estarem em constante crescimento no consumo de estética, também estão construindo sua autoimagem, são economicamente ativos, arrojados, consumistas, vaidosos, geralmente acometidos por alterações como acne e estrias.

A acne está entre os tratamentos estéticos mais procurados por esse público. Considerada uma doença inflamatória, se manifesta em vários graus de intensidade, sendo mais comum na face, o que fere o anseio de se ter a pele do rosto lisa, livre de manchas e cicatrizes, mas também pode aparecer no tronco superior, dorso e região superior dos braços. Caracterizada geralmente pela presença de comedões abertos e fechados, pápulas inflamatórias, pústulas, lesões conglobatas e, ocasionalmente, nódulos, cistos e cicatrizes, é decorrente do aumento da produção da secreção sebácea, juntamente com a obstrução da abertura do folículo pilossebáceo, presença da bactéria Propionibacterium acnes e Demodex foliculorum, além de disbiose intestinal, fatores hormonais e genético.

O tratamento para acne conta com produtos que atuam em sinergia para resultados seguros e eficazes em excesso de oleosidade, comedões, processos inflamatórios, cicatrizes e manchas. Para isso é preciso buscar nos cosméticos ativos de ações bactericida, depurativa, cicatrizante, anti-inflamatória, secativa, clareadora e reestruturante do tecido, como o Acnebiol, Niacinamida PC, Azeloglicina, Aloe Vera, Ácido Salicílico, Zinco, Alantoína, Alfa Bisabolol, Carvão Ativado e Extratos de Erva doce, Hamamélis, Alecrim, Propólis, Hera, entre outros.

Fase Transitória

Como o próprio nome diz, essa fase, considerada um momento de transição, vai dos 20 aos 40 anos. Os produtos e tratamentos anti-idade são, de longe, os de principal interesse para cuidados faciais. Como a tendência nessa fase é a renovação celular, uma ação natural do organismo. Mas, como também é possível acelerar esse processo, ganham destaque os protocolos de turnover, com o peeling, que proporciona um grau profundo de limpeza ao retirar a cama superficial da epiderme além de preparar a pele para receber os ativos cosméticos dos tratamentos.

Os cosméticos vão atuar de três modos:

Físico/mecânico – a esfoliação é realizada por meio da fricção da substância cosmética sobre a pele, interagindo por ação mecânica pela pressão do ativo e do grânulo entre a pele e as mãos de quem está aplicando.

Enzimático – peeling versátil, controlado, seguro e de alta performance. Sua atividade queratolítica se dá a partir de enzimas, como as da romã (ativo Renew Zyme), e da abóbora (ativo Pumpkin Enzyme).

Ácidos – em cosméticos, atuam nas primeiras camadas da pele, sendo que as mais profundas só poden ser tratadas por profissionais especializados. Os mais comuns são os AHA’s – alfa-hidroxiácidos (glicólico, mandélico, cítrico, málico, tartárico e o láticos) e beta-hidroxiácidos (ácido salicílico). A concentração máxima permitid pela Anvisa para os AHA’s industrializados é de 10% e de 2% para o ácido salicílico. Alguns ativos consagrados em dermatologia, como o ácido retinoico e o fenol são proibidos em cosméticos.

Recentemente, um ativo que ganhou destaque no combate ao envelhecimento nessa fase foi a Carnosine, um peptídeo com ação antiaging completa (antiglicante, antioxidante e antirrugas), capaz de reestruturar e reparar danos cutâneos, regenerar e fortificar a barreira da pele, estimulando a síntese de colágeno. Outros ativos que podem ser associados são Hidroxiprolisilane CN, Neuroxyl NP, Thalaspheres de Vitamina C, PCA-Na, Pentacare NA e Ácido Hialurônico.

Fase Descendente – Maturidade

Dos 40 anos em diante o organismo entra numa espécie de fase “descendente”. Ocorrem mudanças morfológicas que tornam mais evidentes alterações como manchas, rugas, flacidez e desidratação. Entre as principais alterações cutâneas estruturais e funcionais estão: redução da barreira cutânea/microbiológica e de glândulas sebáceas; menor reposição do fator de hidratação natural (NMF), da função imunológica, nutrição, oxigenação, proteção, ação reparadora, deposição de cálcio, produção de Vitamina D, renovação e comunicação celular; diminuição das células de langerhans, melanócitos, vascularização, antioxidantes e das fibras de colágeno e elastina, além de sua degradação; desidratação, desiquilíbrio da flora cutânea, alterações no microrrelevo e na densidade da epiderme, desordem pigmentária, perda da firmeza e elasticidade e carência de minerais.

Dessa forma, a pele madura tem especial necessidade de reequilíbrio da ecoflora, reestruturação do estrato córneo, firmeza e elasticidade, ação antiglicação, hidratação e reposição do NMF, renovação celular, recuperação da densidade, luminosidade, nutrição, suplementação de minerais, reposição de vitaminas e proteção antioxidante. Para conquistar tudo isso é possível contar com alguns tratamentos não invasivos que ajudam a reverter os sinais do tempo graças a alguns ativos potenciais. Conheça alguns:

Vitamina D Like: restaura as funções dos receptores da Vitamina D lesados pelo envelhecimento, acelerando a recuperação da barreira cutânea e renovação da epiderme.
Revinage (Vitamina A Like): minimiza rugas, melhora a textura e luminosidade e restaura a firmeza.

Óleo de Rosa Mosqueta: poder de regeneração dos tecidos, diminuindo as linhas de expressão e rugas, promove hidratação e ação clareadora, reduzindo manchas causadas pelo sol ou envelhecimento.
Plantec Olive Active HP: ação antiglicante e antioxidante. Fonte de esqualenos de origem vegetal que promovem recuperação da barreira cutânea.

Trehalose: hidrata e protege as células de serem lesadas e degradadas pele desidratação comum às peles maduras.

Prodew 400: promove hidratação de acordo com a necessidade da pele, elasticidade e produção de colágeno.

Niacinamide NP: contribui para a uniformidade do tom da pele, reduzindo a aparência das manchas de idade. Fortalece a barreira epidermal, hidrata e rejuvenesce.

Calcidone: combinação de cálcio e L-PCA, ajuda a pele a desempenhar e recuperar seu papel de barreira.

Faz parte do profissionalismo de todos que atuam na área de saúde estética conhecer bem o seu cliente e suas necessidades específicas, podendo assim oferecer um tratamento embasado em genética e epigenética, personalizando o protocolo não só de acordo com a fase de vida, mas também com as particularidades de cada pessoa. Invista nisso e ganhe destaque!

Referências Bibliográficas
Sebrae/SP – 2013.
www.g1.com.br.
Empresa Sophia Mind – 2012.

Compartilhar
Artigo anteriorA revista mais linda do Brasil está de volta
Próximo artigoRegulamento | Campanha Vale Ouro
Isabel Piatti
Isabel Piatti é Profissional Aisthesis. Técnica em Estética. Graduada em Tecnologia de Estética e Imagem Pessoal. Palestrante Congressos de Estética e Cosmetologia nacionais e internacionais. Diretora de Treinamentos e Coordenadora do Departamento de P&D da Buona Vita Cosméticos. Colaboradora técnica de revistas e sites da área de Beleza e Estética. Autora dos Livros “Biossegurança Estética & Imagem Pessoal” e “Gestantes – Cuidados Estéticos Durante a Gravidez”. Possui especialização em Escolas de Estética e Terapias Alternativas na Europa.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here