Detoxificação facial

0
277

Para abordarmos o tema sobre detoxificação vamos falar um pouco sobre toxinas e radicais livres. As toxinas, em uma abordagem científica, são substâncias de origem biológica que provocam danos à saúde de um ser vivo, são produzidas por animais, plantas, bactérias e outros organismos. Os Radicais Livres são representados por uma molécula que possui um ou mais elétrons ímpares (não-pareados) em sua órbita externa. Altamente instável e por ter uma vida média muito curta (medida em microssegundos) busca parear-se a qualquer preço, retirando elétrons de moléculas estáveis. Os Radicais Livres são toxinas que causam modificações e ruptura das ligações entre as bases nitrogenadas, resultando em mutações, levando à senescência celular (ENVELHECIMENTO).

A ciência tem utilizado o potencial de destruição dos radicais livres através das células fagocíticas e citotóxicas para combater agentes estranhos e células tumorais (a própria radioterapia baseia-se na formação desses compostos através da ruptura de ligações covalentes).

A formação de RL’s ocorre continuamente no nosso organismo e as reações internas que os produzem incluem aquelas envolvidas na cadeia respiratória, na fagocitose (mecanismo de proteção contra agentes patogênicos), reações envolvendo ferro e outros metais de transição, exercícios físicos, entre outras. Também podem ser produzido por fatores externos como a fumaça de cigarro, álcool, poluentes ambientais, radiação, luz ultravioleta, drogas pesticidas, alguns solventes industriais, entre outras. A ação dos RL’s produzem quatro tipos de lesões celulares: por ataque aos lipídeos insaturados, ácidos nucléicos, proteínas e enzimas e polissacarídeos.

Qualquer substância e técnica que retarda ou previne a deterioração, dano ou destruição provocados pela oxidação é a arma mais eficiente para deter os RL’s.

Na área da estética, os tratamentos com antioxidantes são grandes responsáveis pelo sucesso nos procedimentos faciais e corporais. Tratamentos como acne, rugas, olheiras, hipercromias, celulite, estrias, gordura localizada e entre outros, terão resultados efetivos quando associado ou intercalados técnicas de detoxificação, ou seja, de eliminação das toxinas.

A Detoxificação é o processo utilizado para eliminação de substâncias consideradas tóxicas ao organismo. As principais vias de eliminação das toxinas são pela urina, fezes e suor. O processo de detoxificação é baseado em remover da dieta alimentar, os alimentos e bebidas que normalmente possuem toxinas e os alergenos (peixes contaminados, glúten, álcool, leite de vaca, carne vermelha, açúcar e amendoim). Consumir uma dieta alimentar respeitando os horários, pois jejum prolongado prejudica o bom funcionamento do fígado, interferindo no processo de detoxificação. Também é importante oferecer aminoácidos e vitaminas essenciais para garantir o funcionamento deste órgão. A hidratação promove a eliminação dos produtos biotransformados possibilitando a eliminação mais eficiente dos compostos tóxicos que se tornam hidrossolúveis.

Quando nos referimos em detoxificação facial, é possível livrar a pele dos efeitos maléficos dos RL’s utilizando recursos como a drenagem linfática para promove o melhor trânsito das linfas, desta forma possibilita a eliminação das toxinas e quando reforçada com a aplicação de ativos antioxidantes é possível obter resultados efetivos. Alguns bons exemplos de antioxidantes são as Vitaminas C, Emblica, IDB-light, AntiOx, Vitamina E, Ácido Ferúlico, Resveratrol, Hexilresorcinol, Ácido Lactobiônico, Ácido Tranexâmico e entre outros. Quando nos referimos na eliminação de toxinas é fundamental considerar o conjunto de ações, não basta adotar apenas um método, fazer uma dieta alimentar adequada, manter o equilíbrio hídrico e a aplicação da detoxificação facial estará atuando em todas as vertentes neutralizando as ações dos radicais livres.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here