Conheça projetos que aliam Oncologia e Estética

0
726

C41A7809

Quando falamos sobre o câncer e os seus efeitos, constatamos que não foi só a Medicina que evoluiu ao longo dos anos: Hoje, é possível encontrar diversas ações que levam beleza e autoestima para as pacientes que estão em fase de tratamento ou recuperação da doença.

O “De Bem com Você – A Beleza contra o Câncer”, do Instituto ABIHPEC, é um desses projetos, e possui atuação ativa há mais de dois anos, quando iniciou as atividades.

Elas consistem em oficinas gratuitas de automaquiagem, que acontecem junto a instituições de saúde parceiras da ABIHPEC, como o hospital Pérola Byington, Santa Casa de São Paulo, o hospital alemão Oswaldo Cruz, o Sírio Libanês e até a universidade Anhembi Morumbi, que promoveu um evento especial em razão do movimento Outubro Rosa.

“Foi um dia muito gostoso, amei muito a massagem, a limpeza de pele… Quando cheguei em casa, minha filha e meu sobrinho de 6 anos perguntaram o que tinha acontecido, respondi que estava muito feliz. Essa oportunidade me renovou, é como se eu vivesse esses dias  até hoje”  diz Tereza Pereira da Fonseca, que esteve presente na ocasião.

Ao todo, o projeto, que foi inspirado no internacional Look Good Feel Better® (sucesso há 25 anos nos EUA), já atendeu mais de 1.250 pacientes, cuja alegria estimula a expansão do trabalho, que ainda mantém um calendário mensal de oficinas e se prepara para alcançar pacientes de outras cidades e regiões.

Outro trabalho que vem se destacando é o “Mastectomia… Um Olhar Estético”.

Ele é fruto de uma parceria com a Associação Viva Melhor, que desde 1999 apoia mulheres mastectomizadas, e tem como missão a reabilitação emocional, física e estética das pacientes.

Segundo o esteticista Ronaldo Coelho, de Santo André/SP e autor do projeto, “O objetivo [do projeto] é devolver a imagem do seio, o mais próximo do que ele era, eliminando o estigma e a visão de que o câncer de mama é o fim de uma vida, mas sim ao contrário, é o começo de uma nova vida, com esperança, fé e certeza da superação”.

Essa renovação é possível, além de outras formas de apoio, através da micro pigmentação das aréolas, uma técnica que devolve a cor e beleza das aréolas, indo de encontro com o aumento na auto estima das mulheres.

Meninas também tem vez

Um projeto recente, mas com autonomia de gente grande é o Cabelegria.

A ONG foi criada em 2013 e recolhe mechas de cabelos para a confecção de peruquinhas para pacientes com câncer, contabilizando atualmente mais de 7.500 doações de cabelo e mais de 20 peruquinhas entregues.

Qualquer pessoa pode doar: Basta cortar um rabo de cabelo de pelo menos 10 cm (um palmo) e enviá-lo via Correios para a Cabelegria, que envia para os doadores um certificado como forma de agradecimento.

Por lá, quanto mais melhor: Para confeccionar uma peruca, por exemplo, é necessário de 3 a 5 mechas de cabelos, ou seja, quanto mais pessoas se mobilizarem, mais pacientes serão contemplados com o presente.

Até o Google entra na roda

De acordo com informações publicadas na Folha, o Google X, divisão de produtos experimentais da gigante das tecnologias, está trabalhando em uma pílula que, uma vez ingerida, liberaria na corrente sanguínea nanopartículas com o poder de detectar um possível câncer e até sinalizar a possibilidade de ataque cardíaco.

No entanto, não há maiores informações sobre data de lançamento, já que essa revolução medicinal ainda se encontra em fase de projeto.

 

 

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here