Cirurgias estéticas podem ser deduzidas do IR

0
89

yee_plastic_surgery_breasts

Novidade para quem pretende passar por uma cirurgia estética! De acordo com informações publicadas em matéria do portal G1 e apuradas junto ao Fisco e à consultoria Ernest & Young (EY), procedimentos dessa natureza podem ser deduzidos do Imposto de Renda.

De acordo com o Fisco, “a “Receita não distingue os gastos médicos com cirurgia, seja estética ou reparadora. A lei não faz esta distinção”. O órgão ainda acrescentou que a possibilidade de declarar cirurgias estéticas como despesas médicas já existe “há alguns anos”, no entanto, não foi informado desde quando.

Vale colocar que as próteses de silicone, porém, só podem ser declaradas se incluídas na lista de despesas do hospital, ou seja, se estiverem inclusas na nota. Se o implante é realizado em um hospital, e a prótese adquirida em outro local, o procedimento não se torna dedutível. A mesma regra é válida para medicamentos.

Por outro lado, próteses ortopédicas e dentárias são dedutíveis.

Onde declarar?
Assim como as outras despesas médicas, os gastos com a cirurgia estética devem ser declarados em “lista de pagamento”, afirmou Leandro Souza, gerente de impostos da Ernest & Young. “Até uma forma de reportar, tem que separar entre dentista, médico, laboratório, tudo no mesmo campo: lista de pagamentos. Cada uma tem um código específico”, completou.

Gastos no exterior
As despesas com saúde no exterior não “têm nenhuma diferença em termos de valor”, garante o gerente. De acordo com ele, “a única diferença é que na declaração você não pode deduzir planos de saúde no exterior, ela não é despesa dedutível, mas se tem no Brasil, pode deduzir. Se for um médico no exterior pode deduzir. Tudo que você pode aqui você pode, só não pode plano de saúde”.

Fonte: G1

Fonte fotos: http://bit.ly/DeclaracaoIR1 (destaque) e http://bit.ly/DeclaracaoIR2 (Interior da matéria)

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here