Chá verde na cicatrização de cirurgia plástica

0
4666

A cirurgia plástica constitui uma agressão tecidual e sistêmica que pode prejudicar a função tecidual, por isso o cuidado pré quanto pós-operatório é fundamental.

A nutrição pode contribuir na recuperação dos pacientes tendo em vista que os parâmetros deficientes no pré-operatório estão diretamente relacionados aos processos de cicatrização, imunidade e metabolismo de nutrientes e hormônios, podendo atuar como geradores de complicações, aumentando índices de seromas, cicatrizes hipertróficas, deiscência de sutura e o risco de problemas vasculares.

Uma alimentação balanceada tem todas as características ideais para auxiliar na cicatrização dos tecidos lesionados pela intervenção cirúrgica.

Os principais índices alterados que podem levar a dificuldades no processo de cicatrização são: hemácias, hemoglobina, proteínas, ferro sérico, cromo e zinco.

O chá verde também pode estar presente na dieta após 36 horas da cirurgia plástica, pois seus polifenóis contribuem com feito antiinflamatório, quimioprotetor e benéfico para cicatrização de feridas.

Neste estudo de Neves (2009), foi utilizado o chá verde após 3 dias de cicatrização a neoformação epitelial já mostra bem adiantada e também com redução de edema nas feridas.

rato 1

Figura 1 – Animal logo após o ato cirúrgico

rato 2

Figura 2 – Áreas de cirurgia, 3 dias após o ato cirúrgico.  Início da re-epitelização;

rato 3

Figura 3 – Áreas de cirurgia, 7 dias após o ato cirúrgico.  Feridas cirúrgicas já estão quase fechadas por epitélio.

REFERÊNCIAS

NEVES, A, L, A., Efeito do chá verde sobre o epitélio de revestimento e a capacidade de cicatrização. Ribeirão preto, 2009.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here