Sequelas de Acne, como tratar?

0
2214

 A acne é uma doença que atinge principalmente adolescentes, mas que também afeta adultos, principalmente mulheres entre 20 e 40 anos. Algumas pessoas desenvolvem formas mais graves de acne, que podem deixar sequelas cicatriciais, como manchas e alterações da superfície da pele, principalmente cicatrizes deprimidas.

Vários tratamentos podem ser utilizados para a correção das cicatrizes de acne e a indicação de cada um deles depende de cada caso. Em uma mesma pessoa, pode ser necessária a utilização de mais de um método, para se obter um melhor resultado. Nestes casos, o tratamento pode ser demorado, pois um procedimento pode não ser compatível com o outro. Paciência e controle da ansiedade em resolver tudo de uma vez é recomendada. A melhora da pele pode demorar, mas os resultados vão persistir para sempre.

TIPOS DE SEQUELAS

Cicatrizes ou sequelas costumam se desenvolver em áreas acometidas por lesões císticas, na maioria das vezes ocorre em casos de acne severa, com nódulos e cistos inflamatórios.

Cicatrizes Atróficas – A cicatriz é considerada atrófica quando existe perda das estruturas subjacentes que apoiam a pele, como por exemplo o músculo e a gordura. Este tipo de cicatrização é frequentemente associada à acne, varicela, outras doenças, cirurgias ou acidentes. No fundo, este tipo de cicatriz resulta de qualquer tipo de trauma onde exista perda de tecidos, deixando uma espécie de buraco na pele.

Cicatrizes Hipertróficas – As cicatrizes hipertróficas ocorrem quando o corpo produz colágeno em quantidades anormais ou então em quantidades normais mas de forma desorganizada, o que faz com que a cicatriz fique com uma textura mais elevada em relação à pele circundante, no entanto, respeitando o limite anatómico da pele.

TRATAMENTOS

Microdermoabrasão e Dermoabrasão – Estes métodos são frequentemente utilizados para remover cicatrizes. Neste tratamento, utiliza-se ponteiras abrasivas que remove as camadas da pele mais afectadas, promovendo uma esfoliação mecânica e removendo a camada córnea comprometida pela cicatriz, afinando a pele e preparando a mesma para os próximos passos do tratamento.

Peeling Químico– O peeling químico, como o próprio nome sugere, consiste em aplicar uma solução química sobre a pele, que “destrói” a epiderme de forma controlada, levando à esfoliação e combate a determinadas condições de pele incluindo cicatrizes de acne. O contato desta solução com a pele permite remover e regenerar as camadas da pele.

Microagulhamento- aparelho composto por microagulhas que irão causar um processo inflamatório epidérmico leve. A partir disso, ocorre um processo regenerativo na pele, elevando a formação de colágeno na região que está sendo tratada, e assim promovendo melhora tecidual e preenchimento das depressões presentes na pele.

Tratamentos com Laser e  Radiofreqüência. No tratamento a laser, um feixe de laser destrói a camada exterior da pele (epiderme) e aquece a pele subjacente (derme). Lasers menos intensos e Radiofreqüência não vão ferir a epiderme. Estes tratamentos aquecem a derme e estimulam através do aquecimento, a produção de colágeno. Depois de vários tratamentos, cicatrizes de acne podem aparecer menos perceptíveis. Isso significa menor tempo de recuperação, mas o tratamento normalmente precisa ser repetido mais vezes e os resultados são sutis.

O resultado de um tratamento além de depender bastante da gravidade da sua cicatriz, também depende bastante do tratamento aplicado. Precisa-se avaliar qual o tipo de cicatriz bem como o tempo que ela tem, e assim determinar os métodos que podem ser mais eficazes no processo de remoção de cicatriz.

O gerenciamento da pele durante o tratamento é fundamental para alcançar melhores resultados.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here