Pós-operatório: mamoplastia de aumento (prótese mamária)

0
662

O número de pessoas que procuram cirurgia plástica para aumento dos seios (mamoplastia de aumento) vem crescendo a cada ano. Seios pequenos e pouco desenvolvidos (hipoplasia mamária) afetam muitas vezes a feminilidade e sensualidade. Em busca de uma maior harmonia e proporção corporal, muitas mulheres encontram nesta cirurgia uma forma de aumentar sua autoestima e valorizar sua autoimagem. Algumas pessoas procuram realizar a cirurgia para restaurar o volume mamário perdido durante a gestação , em decorrência da amamentação ou após uma perda ponderal. Como em todas as cirurgias, são necessários cuidados específicos e tratamento no pós operatório visando uma melhor recuperação e restabelecimento.
O esteticista só deve iniciar os procedimentos pós operatório mediante liberação do médico responsável. Nas primeiras semanas, a cliente provavelmente já chegará com algumas orientações médicas como por exemplo: não fazer atividade física nos primeiros dias , não carregar peso, não levantar os braços , evitar decúbitos lateral e ventral ao dormir e utilizar sutiã que promova compressão adequada. As orientações podem variar a depender do cirurgião e da técnica utilizada O profissional de estética deve incentivar para que o cliente siga tais orientações para que seu trabalho seja realizado de forma segura e plena.O pós op. é de extrema importância pois visa reduzir e/ou prevenir edema, dor, hematomas, equimoses, fibroses, cicatrizes hipertróficas e quelóides. Além disso técnicas de relaxamento são muito bem vindas nesta fase, pois o cliente passou por um trauma cirúrgico e muitas vezes chegará ao consultório estético com desconforto, dores, dificuldades para dormir e estresse.
O tratamento pós operatório deve ocorrer após liberação médica que geralmente coincide após a retirada dos pontos. Deve-se lembrar que todos os recursos a serem utilizados precisam adaptar-se a diminuição da sensibilidade local, por isso todo cuidado é pouco na hora de manusear um equipamento e manipular manualmente a região.
A seguir alguns tratamentos realizados pelo profissional de Estética no pós operatório de mamoplastia de aumento, levando em consideração o número de dias a ser utilizada cada técnica, respeitando a fase do processo de reparação tecidual em que cada paciente se encontra:

Drenagem linfática manual – Auxilia na redução de edemas e melhora a microcirculação local. Evitar movimento de deslizamento na fase aguda do processo de reparo pois pode acarretar em tensões aumentando a probabilidade de desenvolver cicatrizes hipertróficas ou queloidiana.

Ionização – Após a liberação médica, trabalhar nas cicatrizes com ionização e cosméticos com princípios ativos cicatrizantes, hidratantes e regeneradores, que que melhorem o processo cicatricial como por exemplo,vitamina A, centella asiática, zinco, alantoína e manganês.

Microcorrentes- Estimula a síntese proteica, aumenta a produção de ATP e acelera o processo de cicatrização .

Vacuoterapia ou dermotonia – Deve ser utilizada a longo prazo, de forma suave, somente na fase de remodelação , com ventosas pequenas ou ventosas faciais. Promove uma mobilização tecidual, previne fibrose e aderências, melhora a maleabilidade do tecido.

Todo trabalho realizado pelo profissional esteticista deve estar em sinergia com as orientações do médico . Este trabalho muldisciplinar sem dúvida acrescentará muito na recuperação do paciente

Referências:

GUIRRO, Elaine. GUIRRO, Rinaldo. Fisioterapia dermato-funcional-fundamento- recursos-patologia, 3ª. Ed. Barueri: editora.
BORGES, Fábio dos Santos. Dermato-funcional: modalidades terapêuticas nas disfunções estéticas, editora Phorte; São Paulo; 2006.
MAUAD, Raul. Estética e Cirurgia Plástica: Tratamento no Pré e Pós-Operatório. SP: Senac, 2001.
http://pitanguy.com.br/pitanguy/index.php/procedimentos-cirurgicos/contorno-corporal/mama/

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here