Por dentro das estruturas físicas e químicas dos cabelos

0
255

Desvendando o interior das madeixas

Em Português, cabelo, em Espanhol, pelo, Inglês, hair, em Francês, cheveux, no Latim pilorum e no Grego μαλλιά, a forma de como ele é chamado pode ser bem diferente em cada parte do mundo, mas quando se trata do interesse em cuidar e importância que os cabelos representam é igual no mundo todo.

Os cabelos, assim como a pele, possuem características distintas. Pode ser liso, crespo, ondulados ou cacheados, As diferenças em suas características de comprimento, espessura e cor são determinadas geneticamente. Quanto ao aspecto, o cabelo pode ser normal, seco, oleoso e misto. Referente a espessura é interessante salientar que uma pessoa pode ter cabelos com espessura e volume diferentes em cada áreas da cabeça.

Fisiologicamente, o cabelo age como um isolante térmico, protege o couro cabeludo da radiação solar graças a melanina presente nos fios e funciona também como uma barreira física.O fio de cabelo apresenta quatro camadas. A estrutura mais externa é a cutícula (correspondente a 10% da fibra), formada por células simples contendo de 6 a 10 camadas sobrepostas, transparentes, cada uma com espessura de 350 a 450nm, produzidas por células denominadas queratinócitos.

A cutícula se mantém unida por substâncias denominadas ceramidas e lipídios intercelulares, formando uma barreira contra agentes químicos e físicos. A cutícula é responsável pelo brilho, pela maciez, facilidade de penteabilidade do fio e tem a função de proteção ao córtex, que é a segunda estrutura.

O córtex, que representa 88% da fibra, é responsável pela força, flexibilidade, elasticidade e cor de cabelo. É formado por células queratinizadas alinhadas na direção do fio contendo melanina em seu interior, pigmento responsável pela cor dos cabelos.
A medula é a camada interna do cabelo, não tem função definida, é constituída de fileiras de células dispostas lado a lado, não está presente em todos os fios, somente os de maior diâmetro e ásperos apresentam essa camada. O fio pode estar preenchido por queratina ou ar.

O complexo de membrana celular (CMC) é uma camada importante cuja função é unir as células cuticulares e corticais, é formado por ceramidas, queratina e polissacarídeos.

O cabelo é uma estrutura constituída basicamente por α-queratina, proteína complexa, insolúvel e apresenta 8 diferentes aminoácidos, incluindo a cisteína que, quando unidas duas moléculas, origina cistina. A cistina é a responsável pelo alto teor de pontes de dissulfeto na fibra capilar, ligações covalentes que formam uma rede tridimensional e proporcionam elasticidade e resistência ao fio de cabelo.

Essas ligações representam um terço da força total do cabelo, embora existam em menor número que as pontes de hidrogênio e as ligações iônicas.

As pontes de dissulfeto não se rompem com calor e água, porém tratamentos químicos com formulações de pH muito ácido ou básico, por exemplo, a ação de alisantes alcalinos contendo ingredientes como hidróxidos e tioglicolatos, podem alterá-las físicas e quimicamente.

As ligações de hidrogênio existem em grande número, mas representam apenas um terço da força total do cabelo. Ocorrem quando um átomo de hidrogênio da porção ácida de outro aminoácido se liga a outro de oxigênio da porção ácida de outro aminoácido. Essas ligações são mais fracas e rompidas facilmente pela ação da água ou do calor.

Assim como as ligações de hidrogênio, as ligações iônicas dependem do valor de pH para que ocorram e se dão quando uma carga negativa de um aminoácido se fixa a uma carga positiva de outro aminoácido.

Desvendar o que há entre as madeixas e uma mulher poderosa é entender que não basta usar um shampoo caro, é necessário mante uma rotina de cuidados com produtos específicos para o seu tipo de cabelo.

Se o seu cabelo passou por processos químicos é imprescindível o uso do shampoo, condicionador elaborados para esse tipo de cabelo, também é necessário fazer a reconstrução capilar, pois como vimos nessa matéria, os ingredientes como hidróxidos e tioglicolados podem alterar física e quimicamente a fibra capilar. E se o seu cabelo não passou por processos químicos, a reconstrução capilar é uma prática recomendável.

Fonte:
– REVISTA COSMETICS & TOILETRIES. Brasil: Tecnopress, v.26, n.3, mai-jun 2014
– PORTAL EDUCAÇÃO – Cursos Online : Mais de 1000 cursos online com certificado
http://www.portaleducacao.com.br/estetica/artigos/23013/principais-caracteristicas-dos-cabelos#ixzz404izKsYH.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here