O melhor tratamento para combater as olheiras

0
278
As olheiras, cientificamente chamadas de hiperpigmentação periorbital, são caracterizadas pelo escurecimento e inchaço da parte inferior dos olhos, que confere um ar de cansado ao indivíduo. Estas alterações acontecem devido ao aumento de melanina e a alterações nos pequenos vasinhos que irrigam esta região, mas que podem ser causadas também por noites mal dormidas e excesso de sol, por exemplo.
Elas surgem devido à alta concentração de melanina ou em decorrência do congestionamento dos vasos capilares da região em torno dos olhos. E alguns fatores, como cansaço, alergia, envelhecimento, excesso de sol e noites mal dormidas agravam o problema. Mas os tratamentos existem, sim, e são mais eficazes do que se imagina. Compressas caseiras, cosméticos e até mesmo soluções mais radicais, como injeções com substâncias químicas, laser e cirurgia plástica. 
Uma dessas alternativas será capaz de suavizar o seu problema. Mas antes é preciso identificar a causa. Veja as mais comuns. 
> Hereditariedade: quando há acúmulo de vasos sanguíneos nas pálpebras, a pele fica com um tom avermelhado-escuro. Piora na época da menstruação e com o cansaço. 
Excesso de pigmentação: manchas escuras generalizadas ao redor dos olhos são muito comuns entre descendentes de árabes e indianos. 
Bolsas de gordura: elas protegem o globo ocular, mas um dia começam a ceder. Esse processo é chamado de proeminência e em geral ocorre a partir dos 37 anos.
 
 Tratamentos Estéticos 
> Laser e Luz Intensa Pulsada 
O laser e a luz intensa pulsada funcionam especialmente quando o aparecimento das olheiras é resultado do excesso de melanina, o pigmento que dá cor à pele. A função do laser é destruir o pigmento escuro provocado pelo acúmulo de melanina. O que sobra é absorvido pelo organismo. Ou seja, as aplicações de laser clareiam as olheiras. A região fica vermelha e ardendo por algumas horas. Os resultados obtidos são duradouros e podem ser notados logo após a primeira sessão (dependendo da coloração das olheiras, são necessárias várias aplicações). A luz pulsada atinge camadas profundas da pele e proporciona, além do clareamento das manchas e vasos, a revitalização e firmeza com o estímulo da produção de colágeno. São necessárias de 3 a 5 sessões. 
> Preenchimento com ácido Hialurônico 
Com o mesmo material que se usa para aumentar o volume da boca (o ácido hialurônico), é possível preencher o local, afastando a pele dos vasos sanguíneos e diminuindo o aspecto escuro. Ele estimula a formação da rede de colágeno e diminui a transparência da pele nessa região, o que possibilita a visualização dos vasos roxinhos. E ainda, diminui o desnível existente entre as bochechas e as olheiras, melhorando muito o aspecto. A pele é preparada com cremes de anestésicos e o produto é injetado por meio de agulhas. É indicado para quem tem pouca gordura na região ou olhos fundos, que ficam com uma sombra na pálpebra inferior. Uma única sessão resolve o problema. 
> Carboxiterapia 
Como funciona: com uma picada superficial, injeta-se gás carbônico na pálpebra inferior para melhorar a oxigenação da área. Isso ajuda na eliminação de pigmentos e toxinas que causam as olheiras, além de estimular a produção de colágeno para suavizar marcas de expressão. Para quem tem olheiras associadas à flacidez e linhas finas ao redor dos olhos. Você precisará de 15 a 20, uma vez por semana.
 

www.celebrim.com.br

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here