A importância da manutenção preventiva para a performance dos equipamentos eletromédicos

0
108
eletromédicos

Ao adquirir um equipamento eletromédico, o usuário precisa lançar mão de alguns cuidados, que garantem que o mesmo irá manter a sua qualidade ao longo dos anos. Entre essas orientações, que devem ser informadas pelo fabricante, está a importância de realizar sua calibração e manutenção preventiva. Essas atitudes são fundamentais para preservar a eficácia no tratamento e também a segurança do paciente que é submetido a algum procedimento.

É importante salientar que esses cuidados devem ser tomados ainda que o sistema não apresente defeito. Dessa forma, nós conseguimos atestar que mesmo usado, o equipamento irá continuar trabalhando com a performance de um produto novo. Sem a manutenção preventiva, o tratamento pode estar sendo realizado com parâmetros diferentes do que o emitido pelo fabricante, resultando em grandes riscos, como falamos anteriormente.

Mas qual é a frequência ideal para realizar as manutenções? Essa periodicidade é determinada pelo próprio fabricante. Em suas fiscalizações, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pode solicitar o manual do equipamento e sua nota fiscal, para verificar o tempo de uso e as recomendações técnicas para sua manutenção, certificando que o mesmo está funcionando seguindo todas as normas de segurança.

Outro fator que merece a atenção dos usuários é o local onde a manutenção é realizada. Equipamentos eletromédicos possuem tecnologia muito avançada, de modo que esses ajustes não podem ser realizados em qualquer estabelecimento, além disso, uma assistência não credenciada não tem os parâmetros fornecidos pelo fabricante para que possa realizar esse suporte. É de suma importância optar por um local credenciado ou pela própria rede de assistência da empresa fabricante, que está autorizada a realizar a manutenção e emitir os laudos de calibração.

Com esses cuidados, você contribui para a longevidade do seu produto, sem prejudicar a performance do tratamento ou a integridade do paciente.

Compartilhar
Artigo anteriorMuito além da beleza
Próximo artigoTransmissão de doenças do sangue nas micropigmentações
Michele Matias
Michele Matias é fisioterapeuta pela Universidade Estácio de Sá, pós-graduada em fisioterapia dermato funcional pela Universidade Gama Filho e doutoranda em Ciências Biomédicas. Possui especialização em tratamentos a laser, criolipólise e eletroterapia. É diretora técnica da Adoxy Medical, fabricante de equipamentos eletromédicos para tratamentos estéticos.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here