Fotoproteção de amplo espectro: ação otimizada no filtro solar do futuro

0
367

O filtro solar é um produto vital ao uso cotidiano, em dias nublados ou ensolarados, no verão e no inverno. Mas você sabia que pode elevar sua fotoproteção a um novo nível?

Estudos clínicos estimam que o sol seja responsável por 90% de envelhecimento precoce da pele e alertam a importância de combater estes danos e preveni-los. Somando a este fato, o câncer de pele é o mais frequente no Brasil hoje e corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no país.

O envelhecimento da pele é causado por dois processos principais:

  • Envelhecimento intrínseco ou cronológico: processo contínuo e inevitável devido à passagem do tempo e está ligado a genes (relógio biológico das células da pele).
  • Envelhecimento extrínseco: devido a fatores externos, como poluição, tabagismo e a radiação ultravioleta (fotoenvelhecimento) que levam ao envelhecimento prematuro da pele.

Há anos, o fotoenvelhecimento esteve atribuído apenas à radiação solar (radiação ultravioleta) mas, devido ao novo estilo de vida dos consumidores, atualmente devemos englobar outras causas ao envelhecimento cutâneo, com um dano foto estimulado por radiações diversas:

  • Envelhecimento térmico: estimulado pela absorção cutânea de radiação infravermelha (IR) é um dos principais fatores envolvidos na geração de calor dos raios solares, que aumentam a temperatura da pele durante sua exposição ao sol.
  • Envelhecimento digital: que é causado pela submissão da pele a radiações originadas por celulares, câmeras, televisores, computadores e outros equipamentos. Os efeitos visíveis da poluição da luz azul (comprimento de onda visível) pode gerar um estresse oxidativo sobre a nossa pele.

Dados científicos demonstram que a maior parte da energia radiante do sol está concentrada na parte visível do espectro. A luz visível (LV) corresponde a aproximadamente 43% do total emitido. Do restante, 49% estão no infravermelho (IR) e 7% apenas, no ultravioleta (UV). Menos de 1% da radiação solar é emitida como raios X, raios gama e ondas de rádio. Ou seja: com filtros solares tradicionais, seu nível de proteção se restringe ao espectro ultravioleta.

Dentro do conceito de blindagem total da superfície facial apresentamos 5 exclusivas tecnologias:

  • Tec-Infra’Aging: combatendo o envelhecimento térmico

Infra’Aging é um conceito que aborda o envelhecimento da pele induzido por IR (associado à radiação UV) e medidas para reduzir os danos desta radiação.

Sabe-se que quando em exposição direta à luz solar, a temperatura cutânea chega a cerca de 40°C. Neste momento ocorre a absorção de IR em calor, contribuindo para o fotoenvelhecimento e estimulação da produção de metaloproteínases (MMPs: endopeptidases que promovem a degradação da matriz extracelular).

  • Luz Visível: a exclusiva proteção DNA fuller para rejuvenescimento digital

Este comprimento de onda de grande incidência gera radicais livres que são capazes de provocar alterações no DNA das células principalmente dos melanócitos e dos fibroblastos, provocando o envelhecimento digital e manchas na pele.

A luz do computador, lâmpadas fluorescentes, câmeras e radiação dos equipamentos de comunicação sem fio associada a poluição ambiental alteram visualmente a estrutura cutânea. Dados internacionais mostram que 67% da produção de radicais livres gerados pelo sol são provenientes dos raios UVA e 33% da luz visível, levando ao envelhecimento e manchas. A exposição da pele aos raios UVA/UVB provoca uma resposta inflamatória nas células, resultando em eritema.

Com a esta tecnologia a pele agrega a capacidade de quelar o oxigênio singleto, radical livre altamente reativo que pode danificar o DNA. Ainda, estudos clínicos demonstram um aumento da redução de eritema e inflamações induzidas pelos raios UV (MITRI). 

  • Tecnologia urban age detox: a poluição como agente de envelhecimento 

Em cidades cada vez mais comprometidas pela poluição e pela fumaça de automóveis, indústrias e cigarros, a poluição gera complexos químicos potentes que podem ser microprocessados por enzimas cutâneas e rapidamente absorvidos para camada profundas da pele, gerando grandes depósitos radicalares. As consequências, além do aumento dos sinais de envelhecimento, são manchas escuras, eritemas, inflamações, infecções dérmicas e degradação colagênica.

  • Fator de Proteção de Ozônio: ozonioterapia cosmética tópica

O ozônio é uma forma altamente reativa de oxigênio molecular (O3), em que o O2 normal combina-se com radicais de oxigênio altamente reativas de forma transitória, mas um pouco estáveis, que pode ser de forma natural ou a partir de fontes artificiais (com foco na geração devido a poluição urbana).

Esta tecnologia inovadora apresenta em sua composição lisados de leveduras biotecnológicas enriquecidas com ozônio natural para uma ozonioterapia eficaz, oferecendo proteção ao DNA, além de elevar os percentuais de lipídios da barreira córnea e reconstruir a bicamada lipídica celular. Ainda, aumenta a resistência a metabólitos radicalares e reduz produtos finais de Glicação Avançada.

  • A Origem da vida encontra-se no mar: micro-organismo basal para a beleza da pele

Através de um microorganismo peculiar, que vive apenas em aguas marítimas profundas, o fermentado de Thermus thermophillus Ferment rico em enzimas multifuncionais garante a sua pele efeitos únicos. Poderoso ativo antiaging que atende às expectativas para uma nova geração de fotoproteção, não só oferece proteção UV, mas também é altamente eficaz contra o envelhecimento por infravermelho (IV), tornando um ativo completo e eficaz na luta contra o fotoenvelhecimento.

Blinde-se. Vá além do espectro ultravioleta. Conheça Sun Science de Adélia Mendonça Cosméticos.

Acesse: www.compreadeliamendonca.com.br

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here