A fotoproteção aplicada a tratamentos de disfunções cutâneas

0
57

Os filtros solares multifuncionais são efetivos na redução e cuidados de alterações da pele

É fato que os resultados dos tratamentos estéticos faciais são prolongados e maximizados pelo uso adequado de produtos home care – aplicados em casa pelo próprio cliente – específicos para uma determinada condição cutânea. Inclusive, um deles já deveria estar inserido no cotidiano de todas as pessoas, o fotoprotetor.
Apesar deste item ser conhecido, muitas vezes, apenas pela finalidade de proteger a pele contra os raios solares, sua performance está em um nível mais avançado – multifuncional –, tendo seu escopo ampliado para outros benefícios da pele, como: blindá-la contra a poluição e combater o envelhecimento. Além disso, alguns filtros solares possuem ativos que agem diretamente em disfunções cutâneas tratadas por procedimentos profissionais.
Com base nessa evolução aplicada à fotoproteção, a equipe de Pesquisa e Desenvolvimento da BIOAGE desenvolveu a linha Bio-SunProtect com um princípio ativo exclusivo chamado APOLLUSKIN®, efetivo na blindagem da pele contra os elementos de degradação química e física do meio ambiente, e da tecnologia exclusiva Bio-Multiproteção Dia e Noite, responsável pela manutenção celular e defesa contra os radicais livres por meio da ação antioxidante “Chronoativo” de 24hrs.
No entanto, ao formular esses produtos, levamos em conta o diagnóstico de problemas cutâneos singulares, como os quadros acneicos e hipercromias. Para o primeiro, foi lançado o Bio-SunProtect FPS 30 Antiacne que possui os ativos Sereneshield® e Niacinamida, os mais adequados para o tratamento da acne, uma vez que promovem 8 horas de controle da oleosidade e redução dos poros dilatados. Enquanto para o tratamento de manchas, desenvolvemos o Bio-SunProtect FPS 60 Clareador, um fotoprotetor com a fórmula potencializada pelo Brightenyl®, importante ativo despigmentante – nova geração de melanoreguladores que é ativado pelo estrato microbium.
Vale pontuar que os produtos atendem de forma exemplar à premissa básica da fotoproteção de proteger a pele dos raios UVA e UVB (transmitidos pelo Sol), luz visível, azul e raios infravermelhos (IV) – os três últimos são provenientes de lâmpadas e aparelhos eletrônicos, presentes constantemente no dia-a-dia e que impactam negativamente a estrutura da epiderme.
Após internalizar esses conceitos, é hora de transmitir a informação aos clientes de forma didática, enfatizando que, por si só, o fotoprotetor já é fundamental na rotina de cuidados da pele, mas que, para dar continuidade ao tratamento profissional em casa, ele também apresenta posição de destaque quanto ao alcance de resultados expressivos e visíveis na atenuação de sinais característicos de alterações da pele.

Compartilhar
Artigo anteriorPERSONAL CARE!
Sula Hage
Farmacêutica e Bioquímica; Diretora de P&D na Bio Scientific (indústria da BIOAGE Skincare Solutions);

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here