Fotobiotecnologia nos tratamentos estéticos

0
436

A fototerapia consiste na utilização da luz para fins terapêuticos e por ser uma terapia segura, sem desconforto e de fácil aplicação vem ganhando cada vez mais espaço nas clínicas de estética. É uma técnica bem conceituada e com comprovação científica de sua eficácia que descrevem os efeitos positivos da fototerapia de baixa potência (Laser e LED) nas afecções cutâneas, em processos de reparo tecidual, controle de processos inflamatórios, algias e melhora da microcirculação.

A fototerapia atua por meio das moléculas fotorreceptoras, denominada cromóforos. Os cromóforos são responsáveis pela absorção da luz, desencadeando uma série de respostas químicas que potencializam a ação celular, gerando assim o processo chamado de fotobiomodulação, acelerando ou inibindo suas funções.

Cada comprimento de onda possui uma cor específica e a absorção da luz pelas moléculas fotorreceptoras é comprimento de onda dependente, ou seja, cada cor age em camadas e estruturas diferentes da pele. A cor azul é bactericida e fungicida, indicada para o tratamento e controle de acne e auxilia na hidratação do tecido. A cor vermelha é mais indicada para tratamento de rejuvenescimento, alopécia e cicatrização. E a cor infravermelha tem ação anti-inflamatória e analgésica, muito utilizada após procedimentos ablativos, pós-operatórios e lesões ortopédicas. Apesar de cada cor ter uma ação específica, a sinergia das cores potencializam os efeitos e resultados.

Equipamentos de fototerapia que possibilita os tratamentos com LED’s e Laser de baixa potência e com diferentes opções de clusters, permite ao profissional escolher qual a opção se adapta melhor a sua rotina e tratamentos.

Por ser um recurso de aplicações rápidas, seguras e que não gera desconforto, pode ser associada a cosméticos ou aplicado de forma exclusiva.

Equipamentos de fototerapia que possibilita os tratamentos com LED’s e Laser de baixa potência e com diferentes opções de clusters, possibilita uma vasta gama de indicações e permite ao profissional escolher qual opção se adapta melhor a sua rotina de tratamentos. Além de serem equipamentos portáteis, leves, versátil, de fácil manuseio e que permite a realização de atendimentos a home care com alta tecnologia.

A fototerapia de baixa intensidade não requer tempo de recuperação, não possui restrição quanto ao tipo de pele e pode ser feita em qualquer época do ano, tornando-a assim um recurso indispensável.

banner-endophoton

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here