DÉBITO AUTOMÁTICO NA PELE

0
235

Por, Maria Inês Vilhena, maio 2018.
Uma aparência jovem desempenha um papel importante na autoestima e das relações chamadas “sociais”, por isso existe uma demanda crescente de intervenções antienvelhecimento para retardar ou mesmo reverter esse processo na pele, onde um quadro de frouxidão caracteriza-se.
Para melhorar a aparência e algumas funções da pele envelhecida pessoas fazem o uso de suplementos como polifenóis, vitaminas, ácidos graxos, minerais e proteínas por oferecerem efeitos vantajosos sobre a pele envelhecida, estudos apontam e dão uma visão clara sobre o colágeno e sua função estrutural da proteína dos diferentes tecidos conjuntivos como pele, ossos, cartilagem e tendões.
Os peptídeos de colágeno (CPs) são o produto enzimólise do colágeno e da gelatina, usados na indústria alimentícia e farmacêutica, alguns deles obtidos de ossos de boi como matéria-prima, são considerados importantes componentes ativos com bioatividades, alta biodisponibilidade e ótima biocompatibilidade. Estudos realizados na faculdade e Centro de Inovação Avançada de Beijing na China, para Nutrição Alimentar e Saúde Humana, demonstraram os efeitos benéficos na ingestão oral do CPs em pele cronologicamente envelhecida, aumentando o conteúdo de colágeno tipo I para o tipo III.
Outros proventos concedidos são devidos o mecanismo de ação que promove um aumento das propriedades antioxidantes no organismo, todos os fatores que levam ao acúmulo de alterações na estrutura, função e aparência da pele são influenciados por vários fatores como exposição ambiental, alterações hormonais, processos metabólicos e incluindo genética, portanto é perceptível o envelhecimento em todos os órgãos do corpo e manifesta-se visivelmente na pele.
Com a perda da elasticidade há um desarranjo na “regularidade arquitetural” relacionados à idade, níveis diminuídos de colágeno e elastina com organização prejudicada, devido a diminuição da síntese protéica afetando o colágeno tipo I e III da derme.
No entanto deve-se ter uma dimensão da integralidade que deve permear o que significa “aumentar uma síntese de fibroblastos”, os peptídeos de colágeno foram pesquisados em ratos com 13 meses de idade o que equivale a um adulto de 45 anos, e a duração do tratamento de 8 semanas em “ratos” pode ser equivalente a vários anos de vida humana em termos de tempo de vida, mas isso não significa que os benefícios do CPs pudessem ser observados somente após vários anos de duração da ingestão, explica o pesquisador Dr. Bo Li e colaboradores.
Com uma fragmentação gradual, a matriz extracelular colágena dérmica que compreende a maior parte da pele, conferindo força e resiliência, propriedades mecânicas e funções celulares são negativamente afetadas.
Todas as alterações relacionadas à idade da pele levam a fragilidade da pele; relacionada à idade e as doenças, afetando o reparo de feridas, a pigmentação, a imunidade, a inervação, a vascularização e homeostase da gordura subcutânea. Porém deve haver uma atenção a utilizar nutricosméticos para aumentar a síntese de colágeno pois, seria como um indivíduo que não pratica atividade física e faz uso de suplementos de academias, não cuidando de sua pele com um fator de proteção solar de uso tópico, devendo o mesmo fazer parte de sua rotina de cuidados com sua pele.
Referência Bibliográfica:
Song, H; Zhang, S; Zhang, L; Li, B. Efeito de peptídeos de colágeno administrados por via oral a partir de osso bovino no envelhecimento da pele em ratos cronologicamente envelhecidos. Nutrientes Nov; 9(11) 2017. PUbMed.
.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here