A busca do rejuvenescimento

0
326

Lá um dia, você se olha no espelho com mais atenção e percebe que a idade começou a bater – Humm, essa ruguinha aqui não existia! A insatisfação com a aparência pode ser ainda maior quando você começa a aparentar ser mais velha do que de fato é. Aí você pensa: academia eu já faço, o creminho é meu companheiro, será que vou ter que apelar para a cirurgia plástica? Não, nada de medidas radicais. Vamos conhecer a pele e aos poucos entendo técnicas que podem te favorecer muiiiito!
Conhecendo a Pele
A pele reveste todo o nosso corpo protegendo contra as agressões externas. Ela é uma grande capa de proteção contra fungos, bactérias, produtos químicos, físicos e mesmo fatores ambientais, como o sol. Essa barreira de proteção vem, das células da epiderme e derme, secreção de sebo e suor, formando uma capa especial – como um manto protetor.
A pele é formada por três camadas, bem unidas entre si. São elas: epiderme, derme e hipoderme. Todas são importantes para o corpo, e cada uma tem características e funções diferentes.
Epiderme – é a camada mais externa da pele, aquela que você pode ver. A principal função da epiderme é formar uma barreira protetora do corpo, dificultando a saída de água do organismo e a entrada de substâncias e micróbios no organismo.
Derme – é a camada do meio da pele, formada por fibras e por grande quantidade de vasos sanguíneos e terminações nervosas. Essas terminações recebem os estímulos do meio ambiente e os transmitem ao cérebro, através dos nervos. Estes estímulos são traduzidos em sensações, como dor, frio, calor, pressão, vibração, cócegas e prazer.
Hipoderme – é a terceira e última camada da pele, firmada basicamente por células de gordura. Sendo assim, sua espessura é bastante variável, depende se a pessoa é gordinha ou magrinha. Ela apoia e une a epiderme e a derme ao resto do seu corpo. Além disso, a hipoderme mantém temperatura do corpo e acumula energia para o desempenho das funções biológicas.
Hoje em dia é comum a busca pelo rejuvenescimento facial. A tendência é global e homens e mulheres utilizam as diversas técnicas disponíveis no mercado para buscar uma melhora na aparência. Os métodos são variados e não prometem somente o tratamento de uma “ruguinha”. A face como um todo pode ser rejuvenescida, levando à naturalidade e ao equilíbrio desejado.
Muito se comenta sobre os 3 “R” do rejuvenescimento. Foi um dermatologista norte americano quem os criou e difundiu, são eles: renovação da pele, relaxamento dos músculos e redefinição dos contornos faciais. Pessoas que buscam o rejuvenescimento facial precisam estar atentas a estes três fatores.
É normal o envelhecimento com o passar dos anos. A aparência da pele sofre transformações como a perda do brilho, surgimento de manchas e perda da elasticidade. Fatores ambientais atuam com catalisadores deste processo, como a exposição solar. Com o passar do tempo à pele vai ficando cada vez mais grossa e seca. Rugas e manchas também tende a surgir, primeiramente as rugas de expressão. Sulcos mais profundos vão se formando devido à perda de ácido hialurônico, o que leva à redução do volume da pele. Para melhorar a aparência e dar um visual mais saudável à face, muitas pessoas têm recorrido a uma série de métodos de rejuvenescimento.
Um das principais causas do envelhecimento é a ação da gravidade. É ela quem ajuda a provocar o conhecido “queixo duplo” ou a queda das bochechas, por exemplo. A radiação solar é também outro fator que interfere muito neste sentido. A exposição excessiva causa enormes danos às células da pele, com isto surgem rugas, manchas e diversas outras marcas de envelhecimento.
O crescimento das cartilagens também intensifica o processo. O nariz costuma apresentar uma queda na ponta com o passar dos anos, por exemplo. Fatores genéticos também devem ser considerados, pois podem levar a um envelhecimento mais ou menos precoce. Além disto, o fumo é outro potencial catalisador do envelhecimento.
Levando em consideração o conceito dos 3 “R”, os peelings são métodos de tratamento que prometem renovar a pele. Durante o procedimento as manchas que se formam com o passar dos anos são tratadas, assim como as rugas são atenuadas.
Quem busca esta alternativa necessita ir atrás dos peelings químicos e de cristais ou dos lasers. A qualidade e a uniformidade da pele terá uma melhora. Além disto, a recuperação celular é estimulada, assim como a produção de colágeno. Os peelings, cada um a sua maneira, promovem a descamação da epiderme. Com isto uma nova camada de pele surge, sendo esta mais saudável do que a anterior.

No próximo mês vem mais rejuvenescimento! Até breve.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here